DESPERTA, BRASIL !

A Presidência da República, como instituição, tem que ser respeitada, mas quando o ocupante desta importante entidade republicana não se dá o devido valor, é a pessoa deste canalha que devemos atacar e restituir à República sua honra.

Comparar-se a Jesus Cristo ou Tiradentes só pode ser resultado dos vapores etílicos que constantemente habitam a mente deste ultrajante alcoólatra, vapores constantes que o importunam e o impossibilitam da simples razão de pensar.

Ignorante confesso e apologista da miséria intelectual, crê que mesmo não conseguindo ler livros, consegue decifrar a alma de um povo.

Um ser medíocre como este "fulano de tal", comparar-se a Jesus Cristo é uma verdadeira blasfêmia a todas religiões cristãs, ofensa muito pior e bem mais grave do que analogamente os muçulmanos entenderam haver o Papa Bento XVI feito ao Islã há poucos dias atrás.

Comparar-se a Tiradentes, herói nacional impoluto e dignificante, é cuspir em nossa liberdade, infectar nossa bandeira, insurgir-se contra o povo e a pátria brasileira, pois aquele jamais traiu o povo, ao contrário morreu por ele contra o domínio português que escravizava a nação com a retirada de riquezas de nosso solo e a cobrança de tributos abusivos.

Não satisfeito, jactou-se em mais uma metáfora vã e ignóbil, ao afirmar que fez uma "transfusão de sangue com o povo", onde mais uma vez, se vê a primazia do discurso versus a primazia da ação, discursos ocos e desprovidos de sentido, quando as ações se mostram, a cada dia, à margem do parquet republicano .

Se eleito em primeiro turno, como imagina, certamente não pretende que seu governo se restrinja aos 4 anos previstos, pensa em 40, calcado nos poderes escusos e violentos de seu delinqüente partido, ou melhor, sua quadrilha.

Se não reagirmos com muita força, estamos em via de vermos voltar ao Brasil um famigerado regime ditatorial, muito mais desumano, muito mais terrível, muito mais insano que o que vivemos em passado recente.

Um regime semelhante ao stalinismo da antiga URSS, ou da China maoísta, ou da Coréia do Norte, mas o mais provável é que se assemelhe ao de Cuba. Estaremos, a partir de então, não apenas em descompasso com o futuro, mas pior, condenados ao atraso é à submissão.

POR ALEXANDRE

9 comentários:

Eliane disse...

Nota oficial da arquidiocese do Rio de Janeiro
por Dom Assis Lopes em 28 de setembro de 2006

Resumo: É direito do eleitor conhecer seus candidatos e sua atuação. Por outro lado, espera-se de todo candidato a devida transparência em todos os seus atos e propostas.

Em setembro de 2005, a Secretaria Especial de Políticas para Mulheres, diretamente subordinada à Presidência da República, encaminhou à Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados um Projeto de Lei elaborado por uma Comissão Tripartite (integrada por representantes dos Poderes Executivo e Legislativo e de entidades da sociedade civil, em cuja participação a Igreja Católica não foi admitida), e que propunha a descriminalização do aborto no Brasil.

No dia 4 de outubro de 2005, a relatora, Deputada Jandira Feghali, apresentou parecer incorporando o relatório dessa Comissão Tripartite a um substitutivo do PL – Projeto de Lei 1135, de 1991, definindo o aborto como um direito da mulher, e propondo extinguir todos os artigos do Código Penal Brasileiro que definem o crime de aborto. Com isto, todos os tipos de aborto deixariam de ser crime e a prática se tornaria legal, por qualquer motivo, em qualquer momento da gravidez, isto é, durante todos os nove meses, desde a concepção até o momento do parto[1].

Diversos grupos da sociedade civil têm se organizado no sentido de tornar conhecida essa atividade, em si mesma pública, da Parlamentar. Na quinta-feira, dia 21 de setembro de 2006, no entanto, a Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro foi surpreendida com um Mandado de Busca e Apreensão de "material de propaganda eleitoral em desfavor" da candidata Jandira Feghali ao Senado. Esse Mandado foi conseqüência de uma representação da Coligação "Um Rio Para Todos" (PT, PSB e PC do B) ao TRE – Tribunal Regional Eleitoral.

Em cumprimento ao Mandado de Busca e Apreensão, os Oficiais de Justiça e a Advogada da Coligação vistoriaram todas as dependências da Sede da Arquidiocese, não respeitando nem mesmo o Gabinete Oficial do Eminentíssimo Senhor Cardeal e os Gabinetes dos Excelentíssimos Senhores Bispos Auxiliares. O material procurado não foi encontrado, e não era de autoria nem de responsabilidade da Arquidiocese.

Ontem, dia 25 de setembro, às 15h11min, o Eminentíssimo Senhor Cardeal Dom Eusébio Oscar Scheid, Arcebispo do Rio de Janeiro e o Excelentíssimo Senhor Bispo Auxiliar, Dom Dimas Lara Barbosa, foram notificados do teor da seguinte liminar: que orientem "a todos os párocos, vigários paroquiais e diáconos ou eventuais celebrantes de ofícios religiosos, no sentido de que se abstenham de qualquer tipo de comentário ou referência político-ideológica, sob pena de caracterizar-se desobediência à presente ordem judicial".

Nesse mesmo dia 25 de setembro, no entanto, o Colegiado do próprio TRE cassou essa liminar, por cinco votos a um. Afinal, a Constituição Brasileira foi respeitada e prevaleceu a democracia.

A Arquidiocese do Rio de Janeiro, na fidelidade à sua missão evangélica, reafirma sua posição com relação às eleições 2006 – expressa no documento intitulado "Voto Consciente", distribuído às Paróquias - em que incentiva a participação dos católicos na política e a escolha de candidatos comprometidos com os princípios e valores éticos e cristãos; reafirma, ainda, o ponto principal do documento: o respeito à vida e à dignidade da pessoa humana desde a concepção até a morte natural.

É direito do eleitor conhecer seus candidatos e sua atuação. Por outro lado, espera-se de todo candidato a devida transparência em todos os seus atos e propostas.

Rio de Janeiro, 26 de setembro de 2006




Dom Assis Lopes

Bispo Auxiliar do Rio e Moderador da Cúria

[1] Esse fato pode ser constatado no site oficial da Câmara dos Deputados:

Saramar disse...

Alexandre, creio que o líder está cada vez mais lunático.
Começou com os ex-presidentes, passando sem transição para Jesus Cristo e agora, o Tiradentes, coitado.
O próximo talvez seja Moisés com as tábuas da salvação ou Pedro e a pedra fundamental.
Mas, pela mania de ser o dono de tudo, talvez venha a se julgar o próprio Deus.
Você sabe que essas coisas só tendem a piorar.

beijos

Jorge Sobesta disse...

Mas é um coitadinho mesmo, hein?
Isso é (bom) sinal que está agonizando.

Agora, se ganhar, concordo com você, não sai mais. Com a indefinição de Cuba, os Estados Unidos estão precisando de um exemplo de anti-democracia para mover sua indústria bélica.

Um abraço.

Patrick Gleber disse...

E é sob esta alegação que a instituição presidência da república precisa ser respeitada que Lula não irá ao debate da Rede Globo hoje.

Abs

www.blogdopatrick.blogspot.com

Zeca disse...

Saramar,

o pior de tudo é que, a cada dia que passa mais me convenço de que já estamos sob essa ditadura que é do pior tipo possivel, pois é disfarçada por um líder carismático e paternalista que seduz grande parte da população com seus discursos vazios de quem está preocupado apenas com os despossuídos. Nenhum escândalo ofusca sua imagem, tanto é que todas as pesquisas dão como certa sua vitória já no primeiro turno, infelizmente. Nem mesmo este último, que é dos piores (pior até que o que fez com que Nixon renunciasse ao seu mandato), conseguiu sequer arranhar sua imagem perante seus eleitores, na maioria reféns das bolsas esmolas que colaboram para o surgimento de um pedaço de pão sobre suas mesas. E com tal líder, só nos resta protestar e protestar e protestar... até que nos tirem também este direito. Veja que até mesmo a Polícia Federal (até hoje considerada séria e eficiente) não consegue deslanchar nas investigações que poriam a claro o que aconteceu com os 1,7 milhões de reais. O Banco Central não parece saber o que aconteceu. E os demais órgãos do governo tudo fazem para postergar as apurações para após as eleições, quando os pizzaiolos do palácio transformarão tudo em mais uma enorme e saborosa pizza que será consumida pelos membros da quadrilha. E tudo acabará em nada, mais uma vez. Nós, os bobos da corte, ficaremos com cara de fotografia mal tirada nos perguntando o que poderemos fazer. E a resposta, continuará sendo: nada!

Beijos, carinho.

Rodrigo Xavier disse...

Já estou resistindo: quando posso faço as observações necessárias a interlocutores.
1) Descontruir o mito Lula;
2) acusar o PT de sovietização do Estado brasileiro;
3) convidar a todos para apurar nossa conduta democrática.

cleber disse...

Enforcamento ou Crucificação... É só escolher o destino do Apedeuta.
Visitem meu blog. Postei uma foto do Lula quando foi fichado no DOPS e um texto sobre sua opção pela elite
http://patacoadas-do-cleber.blogspot.com/

Ricardo Rayol disse...

Saramar, esta estória do Lula se comparar a eles não é de toda má, podemos ter a sorte de alguém crucificá-lo ou enforcá-lo. Quanto ao Tiradentes ser um herói impoluto tenho lá minhas dúvidas, já li resenhas sobre ele que o pintam como um sujeito histriônico bem do tipo Ozéas, o político não o blogueiro.

Anônimo disse...

Excelentes os últimos post´s!!! Precisamos voltar a tc uma hora destas! Minha nau pirata se mantém a disposição.
Um abraço do
Capitão
http://opiratanet.zip.net/