PRESUNÇÃO LULÍSTICA


De nada adianta o Lula da Silva orientar a imprensa petista, os ministros petistas, os blogs petistas e os institutos de pesquisa petistas para dizerem e "provarem" com pesquisas que o mais novo escândalo em que o partido "ético" e seus líderes se envolveram não interferiu nas intenções de voto e na campanha política do candidato-presidente.

Bem que elles querem, mas a decisão do que influencia ou não o voto dos não é delles.

Os cidadãos, sim, é que sabem muito bem quem querem na direção do país e quem os irá representar:
  • se políticos que"erram" constantemente ou os políticos interessados pelo país.
  • se os políticos que se vangloriam de manter os miseráveis de joelho, implorando esmola ou os polítios que pensam no desenvolvimento do país para incentivar o trabalho e a produção.
  • se os políticos que ameaçam "ir para o pau" (desculpe o vocabulário, mas foi elle que disse) ou os políticos dispostos a encarar as dificuldades do regime democrático.

A escolha é do povo. Ainda. Lembre-se disso, presidente Lula.

5 comentários:

Alexandre, The Great disse...

Saramar, vc tem razão.
Contudo devemos estar atentos, pois se o "ultra-ético" liberar o seu "demônio interior" poderemos passar mais de 20 anos sem escolher nossos representantes.

Acautelem-se, incautos!

Stella disse...

Sara, quem sabe não teremos a surpresa do 2º turno, aí sim é que teremos que ser mais vigilantes do que nunca.

Paulo Sempre disse...

A moral e a política.....que "bomba"!!!! foi sempre assim.
Beijos
Paulo

Portugal

Pata disse...

Querida Saramar

Obrigada pela visita.
Fiquei muito contente.

Parece que o único petista honesto no partido é o autista. O resto (com raríssimas exceções, já tenho dúvidas se existe) são aproveitadores da deficiência mental dele.
Ele deveria estar num sanatório.
Lá ele seria o "chefe" da ala dos Napoleões.
Bjs.

José Alberto Mostardinha disse...

Olá Saramar:

Para um país em que muita população se lamenta de viver abaixo do nível de pobreza é de facto um autêntico escândalo a forma como aparecem verbas "desconhecidas" e em espécie para os mais escandalosos fins.
Bom fim de semana.

Um beijo,