SECESSÃO, NÃO!

Usando a mais vulgar de todas as máximas do poder, o lulo-petismo tenta dividir os brasileiros para ganhar o poder. Por si só esta conduta já seria suficiente para despertar a desconfiança e a ojeriza de todos nós.

A oposição da elite aos miseráveis, cantilena mentirosa repetida à exaustão por esquerdistas em geral e por Lula quando lhe é conveniente, é um dos exemplos. Na visão desses sofistas (no mal sentido), a elite é um monstro carnívoro que canibaliza os pobres com apetite voraz. Assim, os patrões são inimigos dos empregados e os ricos, dos pobres que para si trabalham.

Ora, neste mundo moderno, onde os dinossauros deveriam ser apenas lembranças em museus, patrões e empregados se tornaram aliados em busca de objetivos comuns, como a qualidade e a eficiência, que impulsionam o crescimento das empresas e do número de empregos (coisa rara, muito rara). Se assim não for, sem essa união, a empresa certamente será ultrapassada por outras melhores e adeus empresa e trabalho. Isso é básico.

Outra tentativa de dividir os brasileiros, promovida por esquerdistas muito “inteligentes” é bem mais grave e seus efeitos são conhecidos: trata-se da institucionalização do racismo no país, destruindo o que temos de mais característico que é a convivência racial. Os episódios explícitos de racismo a que assistimos, geralmente são protagonizados por imbecis, mas estes, são como sapatos baratos, existem de todas as cores e tamanhos. Aliás, eu creio que existem mais imbecis do que sonhamos.

A instituição das tais cotas raciais, além de não resolver o problema da falta de vagas nas escolas, ainda causa divisão imensa entre os brasileiros, em tudo um povo fruto de misturas raciais incontáveis. Assim, no Brasil, o racismo é, ao mesmo tempo, crime e instrumento de direito. Só mesmo o Ozéas, nosso brilhante jurista , será capaz de nos explicar essa contradição.

Agora, assistimos, com preocupação, a irresponsabilidade dos que se dizem governantes que, na ânsia desmedida pelo poder e se vendo acuados por tendências desfavoráveis nesta eleição, usam das mais abjetas armas, ao lançar os brasileiros nordestinos contra seus irmãos do resto do Brasil, ao mesmo tempo em que acusam seus opositores de fazê-lo. Não entendo de leis, mas para mim, isso deveria constituir crime de lesa-pátria, pois incentiva a secessão do país.

Nós brasileiros, diferentes, de todas as cores, ricos ou pobres, em toda a nossa história, lutamos pela unidade, enfrentamos todos aqueles que nos queriam arrancar pedaços ou sepultar nossa nacionalidade. Não podemos agora, deixar que indecorosos homens, sedentos de poder venham colocar os brasileiros um contra o outro para fortalecer sua enodoada trajetória política que tanto nos têm envergonhado.

11 comentários:

Ricardo Rayol disse...

É Saramar só acho que o povo brasileiro se acostumou tanto com a lei de Gerson que a tal unidade foi pro saco. Alguem que se contenta com esmolas eleger um fdp desses é a prova disso.

Leão disse...

Saramar ótimo post.
Vou viajar hoje e só volto domingo. Bom feriadão.
bjs
Leão

Nat disse...

Querida Saramar,

Brilhante, como sempre! Mas estou com medo, há rumores que a próxima Datafolha mostrará crescimento do Apedeuta. Será possível que vivamos em um país tão ignorante assim?

Bjs

Pequiman disse...

Eu sou separatista. Os farrapos estavam certos. O país de Lula merece Lula como presidente. As pesquisas estão tão desfavoráveis para Mula que não estão sendo divulgadas. Antes, toda semana umas três eram noticiadas. Agora, só a Folha, vermelhinha, vermelhinha.

Alexandre, The Great disse...

Saramar.

A Internet é uma arma poderosa, mas acho que estamos superestimando o seu alcance.

Os eleitores a serem alcançados não são os que tem acesso a rede, mas os que não tem.

Nossa missão é levar os textos e as notícias à eles, e o RÁDIO é uma ótima forma de difusão, além de ser mais abrangente que a Internet e alcançar os "grotões" que são os currais do pt.
Tente na sua cidade, e exorte outros a fazê-lo.
Não dá mais pra aceitar esta corja ditando as ordens e roubando descaradamente e mentindo.
Um beijo

tunico disse...

É. Infelizmente o fenômeno é este. A divisão está se cristalizando. E vai piorar se Lula for eleito pois quem vota contra ele, que corresponde hoje a cerca de 45% dos eleitores e por consequência representa mais de 80 milhões de habitantes, não vai aceitar passivamente a continuidade da mentira e da corrupção e será uma oposição ferrenha pelos próximos 4 anos. Lula e os aliados reagirão jogando a maioria de 55%(convenhamos, não é tanta maioria assim) contra esta minoria. No plano prático, é jogar o Norte-Nordeste contra o Sul e o Centro-Oeste.É complicado, Saramar.Estas regiões, onde São Paulo se inclui, são a mola mestra do país na economia.O povo desta região já está cansado de trabalhar de sol a sol e ver uma grande parte do resultado de seu trabalho extorquida em forma de impostos ser jogada no ralo do assistencialismo puro, da corrupção e da gestão incompetente cá entre nós, não só de Lula mas das gestões anteriores também(FHC,Sarney,Collor). Vou dar continuidade ao meu comentário no blog rumeno.Este assunto merece esta reflexão.Vá lá depois.

Star disse...

Saramar,

Eu nem me esquento mais com toda essa onda terrorista, todas as mentiras e a boataria que Lula esta promovendo.

Os que são do demônio seguirão Lula cegamente e devem fazê-lo porque eles não têm escolha.

DO disse...

Tivesse passado aqui antes e teria sugerido aos amigos que viessem hoje aqui,SARAMAR.
Confessoq ue estou ficando com dor de barriga de tanto que tenho lido e comentado sobre esta quadrilha.
Agora,chamá-los de dinossauros foi ESPETACULARMENTE saboroso,hehehe.
Beijão!

Jorge Sobesta disse...

Saramar,

Parabéns pelo "dinossauros". Essa prática de criar o caos para ter onde se promover é tão antiga quanto.

Um grande abraço.

Jacaré Doido disse...

De que lado vai ficar o Lulinha, na elite dos ricos ou dos pobres miseráveis?

Karynne disse...

Ja percebeu como a Globo esta dando sua ajuda pra "institucionalizar o racismo" no Brasil? Agora, assim como nos EUA, eles descrevem as pessoas: "Um homem branco pegou a mala de dinheiro". Engracado, nunca tinha ouvido isso no Brasil.