ANISTIA NÃO


"A esquerda teve a solidariedade de Cuba com sua mão amiga e seu braço forte". "A geração que chegou ao poder com Lula é devedora de Cuba. E me considero um brasileiro-cubano e um cubano-brasileiro"
José Dirceu, em O Globo, 3 de abril de 2003).

Não devemos deixar acumular muitas nuvens no céu.
(desconheço o autor)



José Dirceu teve seus direitos políticos cassados pela Câmara dos Deputados em novembro de 2005, por quebra de decoro parlamentar. Com a cassação, Dirceu ficou inelegível até o ano de 2015, quando terá 69 anos de idade.

A verdade sobre José Dirceu apareceu para os atônitos brasileiros quando Waldomiro Diniz, seu assessor - e, segundo o ex-petista Paulo de Tarso Venceslau, cúmplice e “operador” - foi pego combinando o pagamento de propina com o bicheiro Carlinhos Cachoeira. Dirceu, como Lulla, seu pupilo, afirmou que foi traído.

Não vou ficar aqui recordando as suspeitas relacionadas a este indivíduo, como a chantagem contra a Rede Record, no caso Boris Casoy, nem o caso Celso Daniel, onde seu nome aparece citado por Gilberto Carvalho, secretário particular de Lula. Nem preciso mencionar o mensalão e a abjeta realidade da política lulo-petista por ele revelada. São fatos conhecidos demais e que levaram o Procurador-Geral da República a qualificar Dirceu como chefe de uma “quadrilha” instalada no poder. Por isso, foi cassado.

Agora, esse personagem do lado mais obscuro e asqueroso da política latino-americana quer ser anistiado, como se sua cassação fosse alguma injustiça, o que ele não se cansa de, cinicamente, afirmar.

Eu sempre considerei que sua cassação foi mais produtiva para ele que o parlamento. E sua prática não nega isso. Ele continua (e não é o único, veja o exemplo de Severino no ministério das cidades) mandando e desmandando no PT e no governo. E, pior ainda, articula com os dinossauros da esquerda americana, tramando nas sombras, a desgraça do país, no intuito de se manter no poder e nos levar à situação semelhante à da pobre Venezuela e da ilha atormentada há anos por Fidel Castro.

Agora, articula sua volta, colocando-a como questão pública, quando é particular e fingindo que é a militância que a persegue, quando todos sabem das pressões quem vem fazendo sobre os petistas e seus aliados (?), sobre os quais ainda mantêm total domínio.

Os deputados precisam entender que a cassação de Dirceu resultou da decisão de seus pares, originada de ato jurídico perfeito e, com tais características, não pode ser revertido, sob pena de se ferir as leis brasileiras, abrindo um precedente muito grave para outros igualmente punidos.

Entretanto, além desse importante aspecto, os deputados, já vistos pelo povo como o mais nojento dos animais, conforme a pesquisa divulgada pela revista VEJA, devem pensar muito bem no resultado de suas atitudes neste assunto em particular.

José Dirceu é o símbolo do mensalão, mesmo que afirme que dele não tomou parte. Reabilitá-lo, devolver seus direitos políticos será a senha definitiva para todos os aventureiros que sangram este país entregue a todo tipo de criminosos.

As excelências foram eleitas para fazer cumprir a Constituição Brasileira, por meio de normas regulamentares. Não o foram para proteger aqueles que, julgando-se acima do país, querem impor ideologias estranhas ao nosso povo e, para isso, tentam passar por cima das leis e da justiça.

Anistiar José Dirceu significa colocar em risco a própria sobrevivência do parlamento, como tal, cultor que ele é das ditaduras esquerdistas que vitimam quantos países que, desgraçadamente, são dirigidos por outros seus iguais, cultores dessa ideologia.

Cuidado, excelências, muito cuidado. Não dêem asas aquele que, por sua sede de poder, por sua ultrapassada visão do mundo e por sua atuação política é a mais perigosa de todas as serpentes venenosas.

Com informações de Enock Cavalcanti, que escreve no Olhar Direto .

15 comentários:

Suzy Tude disse...

Saramar, muito bom o seu artigo. Você sabia que para cassar é necessária a maioria absoluta, enquanto para anistiar este abjeto ser basta a maioria simples?
Bom, quero dizer que também postei, mas seguindo as instruções que recebi, o fiz em relação à anistia do Zé Caroço e à reeleição eterna do Lula.
Beijos

Silvio Vasconcellos disse...

JD é a sombra no passado de Lula. Acompanha-o sem que ele queira, está presente onde houver luz. Ele faz parte das trevas do pensamento humano que deveriam ter sido sepultadas com Stalin.

Saramar, obrigado pelo comentário no Mini Contos. Quanto a analogia do post e da notícia a ele linkada, procurei deixar no ar que não é o sofá que faz o amante, assim como não é expulsando o mendigo da praça que se resolve a questão.

Um beijo

Sílvio

Fábio Max disse...

Dar anistia a esse indivíduo é acabar com o mínimo de credibilidade das instituições jpa muito carcomidas.

Fazendo isso, o próximo passo é pura e simplesmente entregar o país a um regime de exceção!

Jorge Sobesta disse...

Saramar,

Esse lance de anistia para Zé já colou uma vez na época da ditadura, talvez ele ache que vai colar de novo.

Existe um manifesto feito por Pablo Henrique de Oliveira que pretende conseguir em seis meses 2 milhões de assinaturas contra essa sandisse de anistia a Zé Dirceu.

Qualquer um pode assinar eletronicamente nesse link :

http://www.gopetition.com/online/11104.html

Em 16 dias eles conseguiram 9715 assinaturas e espero que cheguem aos 2 milhões bem antes dos 6 meses.

Grande abraço.

Marco disse...

Saramar,
se nos versos já era insuperável, vejo que em prosa e em crítica não fica nem um pouco atrás. Muito bom! Xô, Zé Dirceu!
Beijos.

Pata Irada disse...

Saramar


Não temos políticos de oposição a tudo isso. Quem nos dera tivéssemos um líder. Só contamos com a nossa força.

De qualquer modo, vamos pagar prá ver no que vai dar.
Bjs.

PELADUZ disse...

Boa tarde, gente.

Como se consegue juntar tanta gente ruim num só lugar, esse PT.
Parece até sacanagem.
Putz.

Lino disse...

Acho que eles - e o Zé Dirceu, particularmente - acham que todos nós somos umas toupeiras. Então, querem nos manipular.

david disse...

lino: nós somos umas topeiras. Eles não estão no poder por conta própria. Alguém (topeira) votou por eles (aloprados).

José Alberto Mostardinha disse...

Olá Saramar:

Uma coisa é não comentar outra é andar sumido... o que não é o caso.
Aliás acho que a minha querida amiga também tem "sofrido" do mesmo mal :-)

Sobre o presente post tive este comentário no blog da Silvana a propósito do tema:

... Mas o maior problema é quem o acusou ser desacreditado perante a "máfia" política e, por isso, poder ter um efeito desmobilizante na acusação deste género de falcatruas.

Boa semana, minha querida amiga.
Beijinhos,

ROÇA COISA É OUTRA LIMPA disse...

É brincadeira termos que estar discutindo uma barbaridades dessas como se fosse um fato normal.Isso vai muito mal
Esse treco, juntamente com a quadrilha tinha é que ser caçada mesmo...droga!

blogdopatrick disse...

Muito bom seu texto Saramar. É preciso que façamos isto mesmo, não podemos deixar que "eles" abafem o caso e na súrdina dêem ao canalha o direito de se eleger novamente.

Abraço

Patrick Gleber
www.blogdopatrick.br21.com

Glênio Gangorra disse...

Só posso protestar, como ativista militante, veementemente contra esta infâmia mentirosa. Essa peça imperialista conspiratória apenas retardou levemente o movimento perpétuo e imbarrável do movimento bolivariano rumo a democracia social pelos proletários explorados. POr que ele foi cassado se não provaram nada? Responda-me se for capaz.

Alexandre, The Great disse...

Saramar.
Muito oportuno este seu post.
Contudo creio que Vossas Excrecências não estão nem aí para o clamor nacional anti-"Xôsé Dirceu", ao contrário, estão sonhando agora em quanto devem "faturar" para votar a favor.

A propósito, se me permite a impertinência, corrija os seguintes pontos:
onde se lê "este indivíduo", leia-se "este elemento" (é a forma policial de tratar foras-da-lei); e
onde se lê "Guilherme Carvalho", leia-se "Gilberto Carvalho".

Um beijo,

DO disse...

Infelizmente as "excelências" não estão preocupadas com o povo,ou com o país,SARAMAR. Nada que um novo mensalão,ou uma conta numérica ,não resolva.
Como vc bem disse,este homem é uma serpente com veneno fatal. O país ainda não se deu conta do risco que corre nos próximos anos de se transformar num gigantesco caldeirão. Guerra civil nós já vivemos no dia-a-dia com tanto terror por todos os lados. Junte-se uma oportuna ineficiência do Estado e...está tudo ajudando o tal plano maquiavélico.
Beijão!