O ESTADO CONTRA A NAÇÃO


UM ARTIGO DE GERALDO ALMENDRA


Os gestos obscenos dos porcos comunistas diante do noticiário são a expressão viva do que esses canalhas sentem pela sociedade que os sustentam e se apresenta como o retrato vivo do que representa o desgoverno petista. Depois do relaxa e goza da cretina, e da justificativa do crescimento econômico para o caos aéreo, feita pelo burocrata idiota e incompetente, agora temos que engolir gestos de "foda-se" e "vá tomar no ânus" dirigidos para todos os brasileiros que estão enojados dessa escória da raça humana que tomou conta do poder público no nosso país.

O Estado, como o conjunto de instituições que administram o país, se comporta como uma burocracia comunista delinqüente, corrupta e prevaricadora. Estamos sendo sistematicamente humilhados e roubados por essa canalha que domina o submundo da prostituição da política.

Durante a administração petista o jogo de poder no país se transformou fazendo com que as tradicionais oligarquias passassem a se subordinar aos interesses do partido governista e seus aliados: a qualidade da política, que já era muito ruim, piorou, e a quantidade de escândalos de corrupção se multiplicou sem controle no submundo da degradação ética e moral dos Poderes da República com a absurda proteção de uma Justiça relativista e de seus Tribunais Superiores sob a influência de uma máfia de preto.

O presidente age como um ditador utilizando um sórdido corporativismo público e privado para fazer valer sua vontade ou a vontade de seus cúmplices. Chega ao disparate de ordenar a retirada de um anúncio, conforme divulgado na Internet, porque o mesmo fazia uma indireta referência a um comportamento desrespeitoso com a sociedade encenado por uma militante com o apelido de "Ministra" que sugeriu que os passageiros relaxassem e gozassem diante do caos nos aeroportos. Pior do que isso foi uma postura covarde da empresa que aceitou atender a esse "pedido" não porque seu anúncio reprisava um escárnio com a sociedade, praticado por uma irresponsável, inconseqüente, hipócrita e leviana, mas por uma ordem do presidente.

A partir do momento em que assumiram o poder, os petistas articulam 24 horas por dia para consolidar o aparelhamento do poder público de todas as formas possíveis, viabilizando seu absoluto controle, condição fundamental para que seu projeto de poder perpétuo seja devidamente implantado para transformar o Brasil em uma sociedade refém de um socialismo decadente que preconiza um populismo assistencialista como forma de domínio da sociedade, fazendo com que mais de 50 milhões de deserdados de condições dignas de vida, cultura e educação, sejam transformados em uma tropa de choque e de prontidão para defender o Príncipe Retirante Pinóquio – e sua súcia de "cumpanheiros" – da revolta da parcela da sociedade organizada que ainda tem um pouco de vergonha na cara e um mínimo de respeito pelo futuro dos seus filhos e de suas famílias.

Mas o que nos entristece e nos angustia mais é que as poucas vozes e letras que se levantam contra essa quadrilha comunista organizada estão sendo abafadas pela covardia e pela cumplicidade de gente calhorda e mais "esclarecida", que enxerga no desgoverno petista oportunidades de "se darem bem" mesmo que seja à custa da traição do seu próprio país. O mercado da venda – a qualquer preço – das almas podres de cidadania e patriotismo nunca esteve tão ativo. O Brasil está sendo entregue pacificamente nas mãos da pior versão de socialismo decadente, corrupto, corporativista e delinqüente.

Este é o segredo e a mágica do sucesso de patifes na administração pública: a falência da moralidade, da ética, da cultura e da educação, estabelecendo as vias de uma absurda degradação de valores que tomou conta das relações públicas e privadas depois do regime militar, e que chegou ao seu auge de preparação para tomada do poder pelos comunistas no segundo mandato do espúrio desgoverno FHC.

Enquanto famílias choram a perdas de seus entes queridos nesse assassinato de quase duzentas pessoas, promovido pela incompetência de um desgoverno calhorda, esses excrementos comunistas da raça humana nos fazem gestos obscenos comemorando versões que tirem das costas dos canalhas as inquestionáveis responsabilidades desse terrível acidente com o avião da TAM.

Está patente que o objetivo maior desses traidores do país é sempre ter desculpas e justificativas "técnicas", hipócritas e levianas, muito mais do que agir como servidores públicos conscientes de suas responsabilidades com os contribuintes que estão sendo enrabados – isto é a pura verdade, sem gestos – há décadas por quadrilhas de prostitutos da política e seus cúmplices.

Para completar nossa humilhação e subserviência a essa gente desqualificada de valores morais e éticos assistimos a condecoração de um comuno-petista diretamente envolvido com o caos aéreo, através da entrega de uma medalha - "Mérito Santos Dumont" - pelas mãos de um brigadeiro, isto mesmo, pelas mãos de um militar de alta patente - que deveria estar lutando para livrar o país da canalha comunista -; foi aquele mesmo "senhor" que tirou sua farda e se fantasiou de caipira para prestar honras ao Retirante Pinóquio na festa junina da prostituição da política paga com o sangue, suor e lágrimas dos cidadãos que trabalham mais de cinco meses por ano para sustentar essa corja que tomou conta do poder público e seus cúmplices.

É transparente que a grande preocupação desse desgoverno e seus cúmplices é não permitir que sua tropa de choque de mais de 50 milhões de ignorantes e aproveitadores do ócio proporcionado pelo assistencialismo populista se decepcione com suas trapaças e sua incompetência, motivando a sociedade organizada a sair do ostracismo da covardia cívica e comece a lutar pela destituição dos calhordas e prostitutos da política, assim como pela justa punição dos seus crimes. O sinal já foi dado por um estádio com mais de 80 000 cidadãos que já passaram um recado direto ao presidente, uma mensagem de vaias sucessivas que podem ser traduzidas como "chega de nos fazer de palhaços e imbecis".

Os sinais e as atitudes do domínio do Estado pelo comunismo corrupto-delinqüente e pelo corporativismo sórdido são evidentes, com os meliantes tendo a ousadia de jogar às claras e sem o menor pudor, sentindo-se protegidos pela impunidade da grande maioria dos prevaricadores públicos e privados, isto é, todos aqueles que faltam ao cumprimento dos seus deveres por interesse ou má-fé e todos que causam prejuízo ao Estado ou a outrem, corrompendo e pervertendo princípios morais e éticos.

A partir da posse do petismo no controle do país, o terreno fértil para a degradação moral e ética definitiva das relações públicas e privadas foi meticulosamente preparado para que a hedionda traição do desgoverno petista ao povo que o elegeu – por força do maior estelionato eleitoral da nossa história – não trouxesse à tona suas verdadeiras intenções.

Graças a um pseudo-intelectual neoliberal fajuto e a outro "cidadão" apedeuta mentiroso, hipócrita e traidor do país, foi permitido que canalhas – "das gangues dos quarentas" – assumissem o poder e transformassem o Estado em um grande feudo tupiniquim dividido pelas forças políticas mais prostitutas da história do nosso país, que fizeram do Parlamento uma escrota Casa de Tolerância da política prostituída. Diante de tudo o que já se viu neste desgoverno, podemos afiançar que as prostitutas por profissão são muito mais dignas e honradas do que esses calhordas ladrões do dinheiro do povo.

Uma das perguntas, sem uma resposta racional, sistematicamente feita pelos analistas políticos e sociais isentos da influência diabólica do comunismo petista, é porque a sociedade organizada esclarecida está permitindo que dentro dos podres Poderes da República se multiplique impunemente os casos de assalto desavergonhado aos bolsos dos contribuintes, que trabalham mais de cinco meses por ano para sustentar um poder público gigantesco, perdulário, corrupto e corporativista sórdido?

Será que nos transformamos em uma sociedade aética e imoral por uma absurda falência cultural e educacional, ou o poder público perdeu totalmente a credibilidade da população, que diante de um fato consumado – o apodrecimento moral e ético dos Poderes da República – resolveu partir para ser igual aos porcos comunistas e capitalistas que comandam as oligarquias que controlam a política prostituída do país?

A extensão do apodrecimento moral e ético do nosso tecido social se agiganta com a premiação de um comuno-petista por um brigadeiro, no momento em que dezenas de famílias choram a perda de seus entes queridos por co-responsabilidade do homenageado, e nos formaliza a cumplicidade das casernas com a tomada do poder pelos mandatários das FARC.

Os militares, que durante o regime militar trouxeram a economia brasileira da rabeira do mundo para ficar entre os 10 mais desenvolvidos, e para longe da ameaça comunista, estão conscientemente permitindo que todo o sangue derramado por seus soldados e oficiais, e por civis inocentes, seja "premiado" com condecorações para burocratas incompetentes e serviçais da prostituição da política, com sinecuras públicas para os comunistas, e com indenizações milionárias pagas para terroristas que foram derrotados pela nossa revolução de 64, que está tendo seu rastro de grandeza cívica apagado de nossa história pelos excrementos dessa corja comunista que assumiu o controle do poder público e está destruindo nosso país.

Esse quadro nos remete inevitavelmente em direção do caminho da clandestinidade revolucionária para livrar o país desses herdeiros do decálogo de Lenin e precisamos de homens e mulheres patriotas e corajosos para trilhar nossa libertação das mãos dos porcos comunistas.

Mas infelizmente estamos morrendo na praia, pois essa classe de soldados que lutaram contra o comunismo canalha e de cidadãos revolucionários que exigiram, no passado, nas ruas, com suas caras pintadas, a queda de um presidente acusado de corrupção e agora premiado com um mandato de Senador do Parlamento mais prostituído de nossa história, parece não mais existir.

7 comentários:

Clau disse...

Saramar, uma das passagens do livro "Viagens com o Presidente" (Eduardo Scolese e Leonencio Nossa - Ed.Record, pg. 71) diz:
"Antes de uma cerimonia no palácio, o brincalhão Lula se aproxima de seu assessor para assuntos internacionais Marco Aurélio Garcia, e diz na maior descontração:
- Marco Aurélio, eu já mandei você tomar no c... hoje?
O professor sorri."

É esse o tipo de gente que nos governa. Uma cafajestada inepta, suja, mau caráter.
O resultado é o que está aí.
Enquanto isso, Calheiros e sua turma estão adorando...

Abraços e bom domingo

alexandre, the great disse...

Saramar.
Este texto do Almendra é o R-X da sociedade degradada que alçou ao poder a camarilha petralha.
Vou procurar um espaço no RS, pois acho que lá nascerá um novo país, livre e próspero.

Bom Domingo!


Alexandre, The gReat

Ricardo Rayol disse...

Não iriam perder a oportunidade de satisfazer seus egos. Triste Brasil esse que depende desse tipo de gente para voar.

Um Poema disse...

As imagens desses gestos correm mundo. Se bem que de políticos se deve esperar sempre o mais inominável, ainda assim, até para a baixeza há limites.
Face a uma tragédia de tal dimensão ficou bem patente o desprezo que os políticos sentem pelo povo que os sustenta.
Lamentável!

Um abraço

Tina disse...

Oi Saramar!

Sua veia "de escrita" é boa em todos os campos, tenha certeza.

A política prostituída desse país, só me faz enojar.

Mas ao contrário, ler você só faz minha admiração crescer.

beijos querida,

DO disse...

O que me deixa mais chateado é que muita gente esclarecida não consegue visualizar isto,SARAMAR.

Uma pena,pois a decepção doerá na alma.


Beijos!!

Claudio disse...

Saramar, quando você pensa que eles chegaram ao limite da canalice, da desfaçatez, do mau caratismo, eles se superam!
Ainda vamos assistir muitos atos obsenos dessa gentinha que se apoderou da máquina pública.
Coitado do Brasil.