COVARDES, COVARDES, COVARDES

"Quando uma nação se torna corrupta e cínica,
preferindo o governo dos homens e não o governo da lei,
é que começou sua destruição".


Guardei esta frase de Cévola, o Canhoto (de quem, ignorante confessa, nunca ouvi falar), copiada de uma mensagem que recebi na época em que o governo (?) inventava culpados para o desastre do vôo da TAM.

Eu sabia que ela seria cabível a qualquer hora durante o transe em que vivemos.

O transe da demolição do legislativo brasileiro, patrocinado pelo executivo (que nada executa, a não ser as esperanças) e alegremente engolido pelos indignos, covardes e safardanas políticos brasileiros.

Eu não tenho vergonha do meu país. Porém, eu tenho profunda vergonha desse bando de desprezíveis indivíduos que se auto-denominam de excelências e, na verdade, são a escória, com raríssimas exceções.

A escória não é o ladrão que invade a minha casa e rouba minha TV. A escória é o que vejo na TV todos os dias tentando enganar os honestos.

A escória não é o miserável que rouba algo no supermercado para comer. É aquele que, famélico pelo poder, viola meus direitos e rouba minha esperança na justiça e na lei.

A escória não está nas ruas ou becos. Está dentro da alma dos covardes que se curvaram aos seus próprios pecados e se escondem em gabinetes, em cumplicidade, em regulamentos imorais e se entregam, entre si, a cerimônias que mais lembram as orgias que precederam a queda de Roma.

A escória tem endereço certo e sabido que, infelizmente, conspurca com a lama de sua pusilânime conduta, ao se curvar, como escravos, a um único homem que, em minha concepção, nem homem é, porque negou até a filha.

O senador Cristovan Buarque pediu que a sessão fosse gravada. Não permitiram porque sabiam que passarão à história como covardes. E, pior, como responsáveis pela mais grave desmoralização que aquela casa, antes respeitável, já sofreu.

Hoje, o senado se auto-aniquilou, exatamente como queria o lulo-petismo.

Por ignorância, não sou boa em análises. Por isso, sugiro que leiam o artigo do CostaJr, "A vitória dos ímpios, mais uma vez", aqui.

9 comentários:

Star disse...

Saramar, sinto nojo desse governo, desse país, desse povinho ordinário que se vende pelas migalhas dos porcos.

Costajr disse...

Obrigado pela referência. Mas não concordo que você não seja boa em análise.

um abraço Saramar.

Ricardo Rayol disse...

covardes não, venais

Cejunior disse...

Saramar, uma coisa chocante mesmo, vergonhosa. E esses canalhas ainda vão ter a cara de pau de pedir para serem eleitos por mais oito anos!!!
Covardes!

Flávio disse...

Vc analisou muito bem; eu já havia cantado essa pedra, lembra? E hj também fiz um post sobre o assunto.

Fábio Mayer disse...

Está oficialmente instalado o VALE TUDO, revoguem-se as disposições em contrário!

João Bosco disse...

"Até quando, ó Catilina, abusarás da nossa paciência? Por quanto tempo ainda há-de zombar de nós essa tua loucura? A que extremos se há-de precipitar a tua audácia sem freio? Nem a guarda do Palatino, nem a ronda nocturna da cidade, nem os temores do povo, nem a afluência de todos os homens de bem, nem este local tão bem protegido para a reunião do Senado, nem o olhar e o aspecto destes senadores, nada disto conseguiu perturbar-te? Não sentes que os teus planos estão à vista de todos? Não vês que a tua conspiração a têm já dominada todos estes que a conhecem? Quem, de entre nós, pensas tu que ignora o que fizeste na noite passada e na precedente, em que local estiveste, a quem convocaste, que deliberações foram as tuas?

Oh tempos, oh costumes! O Senado tem conhecimento destes factos, o cônsul tem-nos diante dos olhos; todavia, este homem continua vivo! Vivo?! Mais ainda, até no Senado ele aparece, toma parte no conselho de Estado, aponta-nos e marca-nos, com o olhar, um a um, para a chacina. E nós, homens valorosos, cuidamos cumprir o nosso dever para com o Estado, se evitamos os dardos da sua loucura. à morte, Catilina, é que tu deverias, há muito, ter sido arrastado por ordem do cônsul; contra ti é que se deveria lançar a ruína que tu, desde há muito tempo, tramas contra todos nós."

Estas palavras de Cicero continuam valendo para nós brasileiros.

David disse...

Tem alguém que está bravinha é?

DO disse...

Muito bem lembrado,SARAMAR. Mas temos que ficar atentos à onde enorme que virá para exterminar o legislativo. Muitos blogueiros estão atentos para esta açao da quadrilha que esta no executivo.
Só a eles interessa isto.
Beijos!