SOMOS A NOVA VENEZUELA?

Imagem: daqui


Dora Kramer afirmou corretamente que a defesa de Chávez, por parte de Lula da Silva, não se trata de ignorância, mas de “uma forma de ver as coisas”.

Lula da Silva sabe bem que Chávez está transformando a Venezuela em uma ditadura, ao usar a lei para praticar a ilegitimidade e propalar a idéia de que democracia se confunde com a realização de plebiscitos e referendos. Ainda assim, o defende.

Lula da Silva conhece bem a diferença entre presidencialismo e parlamentarismo e entre os mecanismos das eleições dos dois regimes. Sabe a imensa distância que há entre o continuísmo de Chávez e a escolha dos primeiros-ministros nos países parlamentaristas. Sabe que o aquele significa o fim da democracia enquanto este é uma forma legal, moral e democrática de fortalecimento do legislativo e dos partidos políticos. E ainda assim, defende as práticas legais, porém ilegítimas de Chávez.

Comparar o desequilibrado ditador bolivariano a Margareth Tacher, na tentativa de legitimar o autoritarismo implantado na Venezuela, pode parecer piada ou ignorância. Entretanto representa algo muito mais sério e grave.

Tem razão o DEM ao afirmar que o ato de Lula sinaliza perigosamente sua anuência com os golpistas que articulam o terceiro mandato, ameaçando a democracia brasileira.

A desmoralização das instituições públicas, a câmara dos deputados semimorta por suicídio e de joelhos diante do poder executivo e o senado prestes a jogar sobre si, a última pá de cal para salvar o corrupto senador das vacas de papel são circunstâncias que, ligadas à bolsa-esmola para comprar aprovação e votos, criam o ambiente ideal para que o líder-rei consiga levar o país à venezuelização.

Enquanto isso, as “elites” brasileiras brincam despreocupadamente com o perigo, ignorando os sinais que o lulo-petismo vem dando de sua intenção de se perpetuar no poder. A maneira de Lula “ver as coisas” é o que faltava para que os brasileiros acordem do seu pesado sono vermelho, enquanto é tempo.

8 comentários:

Rose disse...

Querida Sara...


ñ sei mesmo se os brasileiros querem acordar de alguma coisa...

afinal isso implicaria em mudar de atitude...

acho que sofrem de normose...

beijos

Osiris disse...

Deus tenha piedade de nós.

DO disse...

Por isto que ando considerando demais a ideia de me mandar deste país de doidos...

Beijos!!

Ricardo Rayol disse...

as elites brasileiras estão mamando muito nas tetas da politica desgovernista, estão nem aí pra coisa nenhuma, desde que as burras continuem cheias.

tita coelho disse...

É deprimente Sara....mas infelizmente este é o Brasil! Mergulhado no seu marasmo, sem fazer absolutamente nada!
beijos

Otug Etiel disse...

Um belo dia acordamos com alguns homens destruindo o nosso jardim e mas fazemos de conta que nada esta acontecendo e não fazemos nada ... noutro dia eles voltam e derrubam a nossa casa e como de costume nada dizemos ... até que um dia eles voltam pra calar a nossa boca .. e como nos acostumamos a nada dizer ... NADA DIZEMOS ... pois é amiga SARAMAR, é mais ou menos assim que assisto o nosso pais correr para o abismo ... quem nessa terra não se lembra do VALÉRIODUTO, da compra dos DEPUTADOS??? A finalidade daquela roubalheira era canalizar recursos pra que o LULISMO se perpetuasse no governo por prazo indefinido ... e o que fizemos??? NADA MINHA AMIGA ... a muito a câmara dos deputados esta comprada ...por isso não me espanta a tal aprovação dessa famigerada CPMF .. quem sabe nos reste um pouquinho de dignidade para sairmos dessa letargia e possamos se DEUS assim permitir colocar essa corja no seu devido lugar ... só assim poderemos no futuro encarar nossos filhos .. um beijo grande do amigo carioca .. guto leite.

alexandre, the great disse...

Só resta uma alternativa: vou buscar o meu bodoque...

Alexandre, The Great

shirlei horta disse...

Que sono profundo é esse, que nem bala de tiro acorda? Eu, hein!