Enquanto o presidente passeia...




Nada mais adequado que um presidente hospitalizado para um país doente (veja o excelente editorial da edição de 13 a 19 de janeiro).

10 comentários:

tita coelho disse...

ahahahahahahaha muito bom Sara!!
beijos

Alexandre, The Great disse...

Nem como o vice internado com câncer, o ignorantácio deixa de ir curtir seu aerolula visitando o "paraíso cubano".
Além de tudo é um escroto!

Ricardo Rayol disse...

Saramita ficou absolutamente irretocável.

"Política sem medo" disse...

Querida Saramar ninguém em sã consciência acredita que uma pessoa hospitalizada e com o problema grave que tem o Vice-presidente vá despachar normalmente. Esse fato apenas demonstra o que é um país em que o governar não significa nada para os governantes. Esse ato é apenas um meio para chegar às verdadeiras metas a que eles se atribuem a si mesmos que são: lucupletar, viajar, desfrutar, gastar, comprar, mentir, fazer negociatas com mensaleiros, nomear amigos e parentes, etc., etc.

DO disse...

Show,SARAMAR!!!!!!

Beijos!!

http://www.ramsessecxxi.blogger.com.br

Lord Broken Pottery disse...

Saramar,
E o nosso presidente nem gosto tem para viajar. Cuba??????
Beijo grande

Stella disse...

Sara sou meio repetitiva, mas se essa pouca vergonha ocorre é por culpa de quem votou e de quem aceita calmamente ver a bandalheira na qual se tornou o país.
pessoas morrem, doenças de todos os tipos estão aí, preços de alimentos mais caros, e ninguém protesta.
nosso país se tornou terra de ninguém onde qualquer um se apodera e faz o que bem entende, e muitos, o que é pior, se respaldam no voto

Cejunior disse...

Vou repetir: o Brasil está virando um circo de horrores!

Só Magui disse...

É impressionante determinadas pessoas como se apegam ao poder.Um cara doente , que não faz nada, um zero à esquerda e volta a ser vive presidente.Brincadeira!!!
http://somagui.zip.net

pdavida disse...

Fácil conclusão para quem tem mais de 2 neurônios:

www.claudiohumberto.com.br


Celso Daniel: novas provas


Podem surgir novidades nos próximos dias, direto de Paris, onde, como a coluna informou, em novembro de 2006, vive Bruno Daniel, irmão do prefeito assassinado de Santo André (SP), Celso Daniel. Seria o recibo do aluguel do helicóptero em que fugiram do presídio os matadores dele. Foi alugado de uma empresa de táxi aéreo sediada no Campo de Marte, na capital paulista, e contratada da prefeitura de Santo André