TRABAIA, TRABAIA NEGO...


"Vêde: a destruição prossegue docemente. Restam apenas aqui e além algumas cidades com os seus milhões de almas e nada mais. Pequenas marcas de sangue cada vez mais vivas assinalam a nossa passagem entre as agulhas de carvão do tempo (...) E de Norte a Sul, de Este a Oeste, de criança para criança, aguarda-se o sinal de fogo. Não estranheis os sinais, não estranheis este povo que oculta a cabeça nas entranhas dos mortos. Fazei todo o mal que puderdes e passai depressa."
Antônio José Forte (escritor português, 2003)


A polícia está matando crianças.
O hospital está matando crianças.
O ministro está defendendo criminosos.
O presidente está passeando no exterior.
A excelência está arrumando as malas.
A inflação está montada em seu puro-sangue.

Enquanto isso, fagueiro e desavergonhado, o senado aumenta, sem necessidade, a despesa pública em quase um milhão ao mês, com a contratação de mais um cargo de assessor, mais um apaniguado, cujo trabalho, pago pelo contribuinte, servirá a quem? O que o país receberá em troca deste salário?

R$1.000.000.00.

O feijão está caro? A carne se tornou preciosidade? O combustível vai aumentar, conforme negaram as "autoridades"? Problema seu, nego. Trabaia, trabaia, nego... As excelências precisam contratar e, melhor ainda, sem concurso. Coitados, quem dera pudessem levar a esposa, o marido, a sogra, o filho para essa deliciosa sinecura. Nem isso podem, tadinhos!

Sinto ser repetitiva, mas quantos daqueles duzentos e tantos bebês assassinados pelo mais puro descaso governamental estariam vivos em Belém, se a Santa Casa de lá dispusesse de UM MILHÃO DE REAIS por mês?

Infelizmente, bebê não tem a atuação singular de um senador que exige inúmeros assessores. O próprio segundo vice-presidente do senado, Álvaro Dias (PSDB-PR), esclareceu para os imbecis que sustentam as excelências e que não entendem nada do quanto trabalham: "Se um senador é mais atuante acho que é necessário mais um assessor, como também nos gabinetes das lideranças."

Entendeu, imbecil pagador de impostos? O segundo vice-presidente do senado! Se entendeu ou não, problema seu. Trabaia, meu nego porque, Isabel, não temos para nos livrar desta escravidão.

9 comentários:

posturaativa disse...

eles se apropiam do dinheiro público, enquanto pagamos sempre mais e temos sempre menos

Veneide, sem clone disse...

Parabéns pra você! Embora o dia ja tenha passado...
Um passarinho me soprou.

Mais 90 cargos (é isso mesmo?) e às vésperas das eleições. E mais despesa. Que vergonha, que eles não têm!
bjs

paschoal disse...

Será que, se mudarmos radicalmente nosso ideal e nos transformamos em militOntos do lullopetismo, conseguiremos uma boquinha dessas?
Estou em dúvida, sei não, acho que por R$500.000,00 (quinhentos mil) por mês, vitalícios, vendo minha alma para os vermelhos.
Estou notando que, sendo a favor do Estado de Direito, da democracia plena, da justiça igualitária, tenho a cada dia ficado mais pobre.
Assim não dá, assim não pode ser!

CAntonio disse...

Nada disso Paschoal. Logo mais, controlando a tudo e a todos, não haverá mais por quê pagar a tantos. Todos se submeterão mansamente (com uma baioneta nas costelas) por salários mais baixos (é o ideal chinês de prosperidade).

Cuba não é assim?
Globo, Record e as demais serão obrigadas e não convidada$ a reproduzir os grandes feitos da quadrilha....

Em Cuba o jornal é o Granma, aqui se chamará o Kilo (noçughia é modesto)


SDS.

Neto disse...

A coisa é pior do que a gente pensa. O conchavo é grande e intenso.
O congresso é mais uma (com licença da palavra) fonte de merda que assistimos todos os dias pelos cantos desse país.

Desculpe ser repetitivo também, mas é por essas e outras que entendo quando escuto 8 de 10 de meus amigos dizerem pra mim que preferem MUITO viver fora do Brasil.

[]'s

ps. Não sabia que estava aniversariando... então, mesmo atrasado meus parabéns! :)

Suzy disse...

Saramar querida, espero que você aceite minha indicação para um prêmio que além de merecido, nos une na luta contra o perigo Ahmadinejad, à favor de Israel.
Beijos

DO disse...

Depois querem me convencer que este país tem jeito.
Isto aqui é o fim do mundo!!

Star disse...

É Saramar, teu texto é brilhante, mas nosso país ta na escuridão, nosso povo é cego, burro, louco ou pouco de cada.

Bom fim de semana

beijo

Frank Rosolino disse...

Quando nego véio chegou por aqui
Era mais vivo e ligeiro que um saci
Corria esses campos poeirentos e esses campos sem fim
Nego veio era moço e a vida um brinquedo pra mim.


( é mais ou menos assim)