MAÇÃ ENVENENADA


Meus amigos, vendo a tragédia boliviana, provocada por um governante irresponsável incentivado pelos petro-dólares que o louco bolivariano toma de quem o elegeu, fico pensando nesta América Latina, vítima perene desse tipo de aproveitador travestido de salvador.

Será carma o fato de nunca conseguir, o continente, livrar-se de falsos líderes que, criminosamente, mantêm seu povo na miséria e na ignorância enquanto fingem protegê-lo?

Será sina latino-americana a mudez remunerada e covarde de todos que fingem não ver para onde está caminhando o continente (com uma ou duas exceções), na contramão do resto do mundo?

Tantos olham e não vêem e há muitos que, mesmo vendo, menosprezam a amoralidade dos sedentos pelo poder e sua escalada na destruição dos fundamentos da república, do conceito de nação e da democracia, para implantar uma ideologia falida, redutora da humanidade, que só subsiste pela violência.

Estes que enxergam, fingem não saber (não entendo por que) que esta ideologia demonstrou, quando materializada, ser nefasta e perigosa para a própria sobrevivência dos países que a adotaram porque só produz miséria, submissão e escravização.

Converso em vários grupos, principalmente entre jovens. Interesso-me especialmente pelas idéias, opiniões, pelos comentários. E fico cada dia mais preocupada por ver que a estratégia do atual governo (?) de dividir a sociedade brasileira está gerando monstros, de todo tamanho, que estão gradativamente radicalizando seus pensamentos no sentido da divisão, indo ao encontro dos objetivos da elite governante, mesmo quando acreditam que a estão repudiando. Em médio prazo, as consequências desta irresponsável política de secessão podem ser trágicas.

A tragédia atual da Bolívia é o espelho em que nos devemos mirar. Se as imagens que reflete parecem distantes, é pela cegueira da população e pela covardia dos políticos que sabem como e para onde estamos caminhando.

Curiosamente, Hugo Chávez serve para conduzir ao submundo político esta caminhada porque ninguém quer, diante do resto do mundo, alinhar-se às insanidades do “bolivariano” que acendeu os holofotes sobre a estratégia de usar os fundamentos democráticos para destruir a democracia.

Enquanto Chávez, escandalosamente, destrói a Venezuela, seus imitadores, mais ao sul, agem como os répteis que são: lenta e insidiosamente, contaminando nosso país, uma vez que o Brasil mais se parece com a casa dos sete anões, onde maçãs venenosas são impunemente oferecidas às belas adormecidas. E, infelizmente, aceitas.

7 comentários:

DO disse...

O pior de tudo é que eu não vejo remédio pra combater estas pragas,Saramar. Veja o caso do Peru: o presidente esta investindo como nunca nas areas indigenas,mas,mesmo assim,sua popularidade está despencando demais.

Que fazer?

Anônimo disse...

Não me atrevo a fazer julgamento do governo dos outros, porém, penso que o imperialismo em declínio estadunidense não seja espelho a seguir... Agradecido, José

guto leite disse...

Pois é amiga Saramar, eu tbm não me atrevo a fazer julgamento dos governantes das nações vizinhas .. até porque quem tem telhado de vidro não joga pedra no dos outros .. né mesmo .. (vide o asno que nos governa) .. rsrsrsrsrs .. a única coisa que posso dizer nesse coment é que:"EM CONTINENTE DE BRUCHAS, BRACA DE NEVE NÃO COME MAÇÃ." .. bobos seremos se embarcarmos nessa canoa furada .. um beijo grande do amigo carioca .. guto leite.

posturaativa disse...

E hoje Lula ainda teve a coragem de enaltecer a América Latina fazendo propaganda da Unasul e a crise Boliviana. AL tornou-se o bloco do retrocesso.

Ozéas disse...

O pior que estou cada dia mais convencido que os próprios aliados, defensores do capital e da democracia, apostam na tragédia continental.
Imagino até seus pensamentos maquiavélicos:
"Enquanto eles brigam e se desentende, melhor para nós, não se libertam pela esquerda, que não possue bases para tal, nem seguem seus caminhos para independência real".
Bjs

Ronald disse...

A questão é que, quando surge uma nova ideologia em qualquer parte do mundo, ela chega à América justamente quando está velha e acabada e, certos pseudo-ideológicos levam o povo, sem cultura, a acreditar em tais mazelas. Vai mal. muito mal...

Fusca disse...

Bate com a análise de hoje do FuscaBrasil
www.fuscabrasil.blogspot.com