CRISE? SÓ DEPOIS DO SEGUNDO TURNO


Existe um povo que a bandeira empresta
P'ra cobrir tanta infâmia e cobardia!...
E deixa-a transformar-se nessa festa
Em manto impuro de bacante fria!...
Meu Deus! meu Deus! mas que bandeira é esta,
Que impudente na gávea tripudia?
Castro Alves

Quem dura mais? A crise ou o segundo turno das eleições brasileiras?

Luiz Inácio da Silva, do alto do perene palanque, acena com a normalidade, como se as prateleiras já não estivessem começando a mostrar os efeitos da crise para nossas casas. E conclama os ouvintes que, como ele, não sabem de nada, a continuar fazendo o que sempre fizeram. Ou seja, gastando, de preferência no crediário.

Nunca na história deste país se viu tamanha falta de responsabilidade.

Desde que a crise financeira mostrou sua face terrível, há mais de um ano, o governo (?) brasileiro afirma, com todas as letras, que estamos imunes, como se o Brasil estivesse localizado naquele ex-planeta. Segundo o líder de tantas faces, nada nos atingiria graças à perfeição deste país e do seu governo (?).

Entretanto, quem vive no mundo real e não freqüenta palanques, sabe bem da gravidade da situação. Quem vive falando para a platéia paga também sabe. A diferença entre um e outro personagem reside no fingimento. Enquanto aqueles buscam saídas, este insiste na negativa da realidade buscando o que sempre buscou: garantir o apoio político em período eleitoral que, para ele, Luiz Inácio, nunca termina.

Enquanto não terminar o segundo turno, o governo brasileiro continuará enganando seus próprios cidadãos, fingindo que o Brasil, “por ter feito a lição de casa” (o que o líder entende disso?) não sofrerá prejuízos com a crise financeira e econômica que está abalando o mundo inteiro.

Ao contrário dos governantes do resto do mundo (até da Argentina!), que já estão alertando seus cidadãos sobre as dificuldades dos próximos e negros anos, Luiz Inácio da Silva, do alto dos palanques, continua mentindo para os brasileiros, afirmando que a crise é um problema dos EUA. Os ignorantes, os vassalos, cuja miséria ele perpetua cuidadosamente com o dinheiro dos impostos, acreditam nesta espantosa enganação que hoje culminou (será?) com o incentivo ao consumo.

Esta é uma atitude irresponsável, enganosa e traiçoeira que, mais uma vez, colocará o país à beira dos tantos abismos abertos por este governo (?). Uma atitude baseada apenas nos interesses eleitoreiros do eterno candidato que finge desconhecer o imenso problema em que estamos todos envolvidos visando somente à manutenção de sua popularidade.

Todos os segmentos econômicos brasileiros já se ressentem com os efeitos da crise, mas o mais importante para o Brasil é o período eleitoral. Pelos votos das vítimas, tudo é sacrificado, num arremedo de democracia, onde o voto só serve para dar a ilusão da legitimidade.

Que Luiz Inácio, seus acólitos, seu partido, seus escravos (comumente chamados de aliados) não se iludam em relação à representatividade ou à legitimidade dos seus mandatos.

Legítimo é o governo que, durante uma crise, está na sua cadeira de trabalho, defendendo e cuidando dos interesses do país e não, dos aliados do momento.

Legítimo representante é aquele que foi eleito para dar voz aos cidadãos e, durante uma crise, permanece nos caríssimos postos, buscando soluções ou alternativas para ajudar o país.

Estes que voltaram as costas para o país, na frenética e indecente busca por votos ou mentindo de altos palanques não honram o mandato que o povo lhes destinou. Não merecem o país em que vivem porque, a defendê-lo, preferem cuidar de seus próprios e mesquinhos interesses.

16 comentários:

DO disse...

Não podiamos esperar outra atitude desta quadrilha,Saramar.
Infelizmente as coisas vão ficar pretas por aqui tb

Beijos!

guto leite disse...

Pois é amiga Saramar .. (o sonho não acabou) .. embora essa frase seja do Lennon .. parece que o grande ASNO adotou como sendo sua .. o leviano vem a publico agora de uma forma irresponsável dizer que devemos continuar gastando como se nada estivesse acontecendo .. até porque segundo ele a nossa economia esta blindada .. blindado deve estar o Cu nhado dele .. um preocupado beijo meu .. guto leite.

Fábio Mayer disse...

O discurso do governo vai se alterando a cada capítulo da crise:

1º - Éramos imunes;
2º - É problema do George Bush;
3º - Vamos sofrer pouco, estamos blindados;
4º - Estamos tomando medidas pontuais e aguardando os acontecimentos;
5º - É uma gripezinha (Dilma);
6º - Meirelles e Mantegna numa coletiva conjunta, coisa que nunca acontecera antes, anunciando "medidas pontuais"...

O sétimo capítulo, após o segundo turno, será admitir que estamos em crise e tratar de URGENTEMENTE, aprovar a CSS, porque com os recursos adicionais dela, será possível contratar mais 20 ou 30 mil comissionados inúteis...

Anônimo disse...

Eu que pensava que anta éra só analfabéta mais não sabia que ela usava drógas tambem

Star disse...

Saramar, nem depois do segundo turno, eles acham que criam a realidade com suas mentiras. Lula vai culpar o resto do mundo pelos problemas e ainda vai sair de santo defensor dos pobres e oprimidos. O capitalismo selvagem é o culpado e a porta do socialismo se abre como salvação...

Star disse...

Saramar, nem depois do segundo turno, eles acham que criam a realidade com suas mentiras. Lula vai culpar o resto do mundo pelos problemas e ainda vai sair de santo defensor dos pobres e oprimidos. O capitalismo selvagem é o culpado e a porta do socialismo se abre como salvação...

paschoal disse...

Caríssima, a foto que você colocou ilustrando seu post já nos dá uma pista bem clara do pensamento contínuo do grande líder.
Observe-se que o violino é tocado com a vara.
No presente caso o povo é o violino...logo...

Bill Falcão disse...

A crise dura mais, sem dúvida! O segundo turno termina no dia 26. E aí estaremos entregues à sabedoria dos donos do poder. Ou seja, salve-se quem puder!
Bjoooooooooooooo!!!!!!!!!!!

Carlos Emerson Jr. disse...

Saramar, eu acho que esses camaradas estão batendo cabeças, completamente perdidos que nem carioca no meio de tiroteio entre polícia e bandido...
São um bando de incompetentes!
Um beijão.

Ronald disse...

Meu comentário hoje versa exatamente sobre o mesmo assunto. Nossos governantes falam e agem da forma mais conveniente à eles, mesmo que seja mentira e quem passa por bobo da corte? Nós...

Fusca disse...

Grande blog, Saramar!
que criação fértil e rica, parabéns!
Retribuindo sua visita ao meu blog e desejando total recuperação!
bjs,
Fusca

Neto disse...

É possivel perceber como as eleições para o PT tem peso e relevância.

É o tal projeto de poder deles a la hugo chavez...

Verdades Não Contabilizadas disse...

Saramar, minha brava, voltamos a postar.
Vivos, combativos e operantes.
Um grande abraço e grato por ter sustentado as trincheiras.

http://verdadesnaocontabilizadas.blogspot.com/

MamaNunes disse...

Eita coisa braba...
Que rujam as prateleiras escancarando o inevitável!
"Estamos meu bem por um triz"
diria Cazuza!
beijos Saramar

Nilson Barcelli disse...

Querida amiga, já pensou que o Lula pode não estar a ter "uma atitude irresponsável, enganosa e traiçoeira"?
Muitos dos governantes fizeram o mesmo discurso, com o objectivo de não semear ainda maior pânico.
A esta distância (longe vê-se melhor...) acho que o Lula, apesar de todos os erros, está a fazer uma boa governação.
Entretanto, uma semana depois, a crise começa a ser vencida...
Mas, no fundo, eu acho que está apenas a ser adiada.
Beijinhos.

Star disse...

Passei só pra saber se Sarinha tá melhorzinha, um carinho sempre ajuda.
Beijo