CÍNICOS DEFENSORES

Existe algo pior que a desonestidade daqueles que, por seu preparo intelectual, enxergam muito bem os fatos e se fazem de cegos para levar os menos informados, os desinteressados e os desonestos a adorar o bezerro de ouro?

Esses falsos arautos da falsa igualdade sobrevivem na medida em que seus também falsos líderes encontram a fórmula da popularidade, facilmente desvendada nessa era da vulgaridade mal intencionada.

Os acólitos, os lambe-botas, os intimidados, os desonestos nadam de braçada neste pântano. Por isso, merecem afundar no ambiente que criaram e ajudam a manter. Porém, essa situação é constrangedora para quem não é cínico.

É claro que, em poucos anos, a mixórdia petista terá passado. Vai integrar o rol da mediocridade e da desonestidade política, comuns neste pobre país desde o descobrimento.

Aqueles que a reverenciam como salvadora ou a consideram melhor que qualquer outra das farsas populistas a que estamos acostumados serão devidamente execrados, ridicularizados e esquecidos. As conseqüências das suas ações ou omissões, entretanto, perdurarão pelo século a fora.

Por isso, é deplorável e vergonhoso quando algum desses adoradores do ídolo de barro vem defendê-lo em público.

Ler Frei Beto e sua constrangida defesa de Lula despertam a raiva e o riso. A retórica é a mesma: atacar FHC, como, aliás, parece que irão fazer agora na campanha para o segundo turno. Assim, o amigo do rei desfia a conhecida lista de desmandos do governo tucano para depois, meio sem jeito, tecer loas ao ídolo, a partir da visão convenientemente reduzida dos esquerdistas em geral.

Fala das empresas públicas privatizadas, esquecendo-se de que se ainda fossem públicas, continuariam sendo ineficientes e atrasadas e, pior ainda, estariam lotadas de petistas, escolhidos pelo nível da bajulação destinada aos maiorais do partido.

Fala também do dinheiro público foi usado para socorrer bancos privados, através do Proer. Deixa de lado a entrega dos aposentados e pensionistas nas mãos ferozes do BMG, que lhes toma, em juros, os magros benefícios. Esquece-se de valerioduto, gordo como um rato ladrão, com o dinheiro público que o proveu e ainda proveria não fosse Roberto Jefferson.

Afirma que o “governo FHC tratou os movimentos populares como caso de polícia, e não de política” e que “Lula jamais criminalizou movimentos sociais”. Ora, Frei, e como poderia? Esquece-se das alianças com os criminosos do MST e outros assemelhados? Como poderia reprimir aqueles a quem sustenta com dinheiro público? Pelo menos nisso, o líder é coerente.

Hilário, afirma que Lula reforçou a soberania do Brasil. Mais engraçado que os Trapalhões. Ou seria mais cínico que o próprio líder? Onde estava a reforçada soberania quando o irresponsável índio colombiano tomou de assalto a Petrobrás e os idealizadores da política externa quase o beijaram em público? Incensar ditadores africanos em países miseráveis é reforçar a soberania? Diante dessa besteira mentirosa, minhas gargalhadas acordam os mortos .

Por fim, desfia a lista de enganações sobre a economia equilibrada, sobre mais comida à mesa, sobre o dólar baixo, sem completar honestamente o pensamento e dizer que isso tudo é reflexo da estabilidade promovida por FHC.

E, para encerrar a celebração em favor de Lula da Silva, tem o desplante de citar a Bíblia: “Vamos votar na vida ‘e vida para todos” (João 10,10), insinuando que esta vida nos será ofertada pelo ídolo enlameado. Ora, faça o favor de nos poupar de tanta desonestidade. Isso é pecado!

7 comentários:

Pata disse...

Saramar
É muito bizarro!
Como é que esse "frei" pode misturar religião com tanta barbárie?

Isso aí é frei?
Se é, qual será o deus dele?
Realmente...
O mundo virou do avesso.
Bjs.

frank rosolino disse...

Mandei um recadinho pra você lá no Velho Moita.
Beijos .Continue firme na batalha

Ricardo Rayol disse...

Considerando que este frei é um completo porra louca não era de se estranhar. Mais adequado a uma camisa de força do que uma batina.

De Olho! disse...

pode clonar o que quiser, abraços!

Kafé Roceiro disse...

Infelizmente é o que o Lula faz o tempo todo.

DO disse...

Este palhaço de saias ( ele usa ? ) é mais um paspalho que usa a igreja pra outros fins que não divulgar o evangelho. Aliás,vc me lembrou de um caso que aconteceu na semana passada com a minha vó .Vou ver se posto semana que vem.
Parabens,SARAMAR.
Haja lucidez!!
Beijos.

cleber disse...

Saramar
Ganhe quem ganhar acho que teremos que cobrar e brigar muito para que a ética seja o foco principal das ações dos nossos homens públicos...
Ah! A Alcinéa Cavalcante do "Xô Sarney" deu uma entrevista para o site www.amazonia.org.br - Vale conferir.