UM PAÍS DOMINADO POR CANALHAS E HABITADO POR COVARDES

Geraldo Almendra

Se nosso país fosse sério, o Poder
Legislativo, que acaba de assinar sua
sentença de reconhecimento de que não vale
mesmo nada, deveria ser deposto junto com
todos aqueles que estão fazendo do nosso
país um paraíso para comunistas, corruptos,
fascistas, vagabundos e prevaricadores."


Depois da falta de uma dura reação da sociedade nas ruas, frente a essa canalhice – mais uma das muitas que nos enfiam pela goela abaixo − do aumento de mais de 90 % nos salários de deputados e senadores, com seus garantidos efeitos-cascata, e da divulgação de uma pesquisa imbecil dizendo que o presidente Lula é o melhor presidente que o país já teve, deve-se reconhecer que nosso país é um circo dos horrores da leviandade, da patifaria, da hipocrisia, da covardia coletiva, e de todos os outros piores adjetivos pejorativos que podem ser encontrados nos dicionários e na linguagem popular.

Uma sociedade cretina, sem honra, sem dignidade, sem respeito a si própria, e sem cidadania, está se consolidando em nosso país, que é conduzida pelas mãos de perdigueiros comunistas e fascistas caçadores de otários ou espertalhões, que aceitam viver dos favores de um Estado prevaricador e corrupto, vendendo a garantia de empregos prometidos e progresso econômico-social que deveriam ser conseqüências do crescimento econômico auto-sustentado – que já morreu duas vezes na praia do estelionato eleitoral desse desgoverno espúrio que está destruindo nosso país −, pelo preço das esmolas do poder público, ou pelas sinecuras milionárias, tudo sendo bancado pelos imbecis dos contribuintes.

Ao protestar mais uma vez, perante o olhar de vagabundos ou corruptos – de todos os tipos − que querem viver à custa da destruição das classes sociais que carregam o país nas costas e que sustentam a patifaria do corporativismo público-privado, estamos sendo tratados, mais uma vez, como uma cambada de babaquaras, que ainda sonham com os verdadeiros valores de uma nação inserida em um Estado Democrático de Direito justo e digno de se viver.

Se nosso país fosse sério, o Poder Legislativo, que acaba de assinar sua sentença de reconhecimento de que não vale mesmo nada, deveria ser deposto junto com todos aqueles que estão fazendo do nosso país um paraíso para comunistas, corruptos, fascistas, vagabundos e prevaricadores.

Às vésperas de sermos definitivamente desarmados pelo recadastramento − através de um ato autoritário espúrio e ilegal − dos registros das armas que possuímos para defender nossas famílias, assistimos mais essa demonstração de absoluta falta de respeito àqueles que trabalham mais de cinco meses por ano para sustentar os salários e as mordomias dos poderes da nossa podre República.

O silêncio das casernas, no seu respeito a uma hierarquia civil imoral, corrupta, promíscua e servil, formada por verdadeiros bandidos da prostituição da política, está nos colocando na beira da vala da desgraça da captura do país por um Estado Comunista de Direito que já deixou marcado nas páginas da história seus estigmas da destruição de milhões de vidas.

Estamos aplaudindo, com o silêncio das ruas vazias pela nossa estúpida covardia, o aniquilamento do futuro dos nossos filhos e de suas famílias. Que eles, no seu futuro, ao olharem para trás e perceberem o que deixamos de fazer, saibam reconhecer nossas culpas e responsabilidades pela destruição do seu país.


10 comentários:

ROÇA COISA É OUTRA LIMPA disse...

Caríssima Saramar,
tenho acompanhado os blogs brasileiros a mais de 4 anos e cada vez mais nas escritas das pessoas que os mantem, noto aumentando a desesperança, indignação, tristeza...Na Venezuela então vi textos que mais pareciam uma lágrima "impressa".Parece que tudo está perdido, não?

Alexandre, The Great disse...

Saramar.
O texto do Almendra está "no ponto".
Mas existe resistência, saiba que existe...

Suzy Tude disse...

Saramar, querida, énqunto os vergonhosos aumentos proliferam no Legislativo e no Judiciário, LuLLLa aplaude feliz essa indignação já que este apodrecimento de nossas instituições democráticas (frágeis, claro) só faz com que seu sonho autoritário tenha probabilidades infinitas em dar certo...
E isso é que me dá muito medo.

Em lugar da blogagem coletiva que o Ricardo pretende, se entendi, de indignação com o aumento dos parlamentares (ELEITOS PELO POVO!),
acho que a blogagem deveria ser mais profunda e ampla, nunca pontual.

Beijo

David disse...

Eu tenho sentido a coisa da mesma maneira que o roça. Existe um sentimento de frustração muito maior que de determinação. O povo lá fora, tem tentando mais e mais expor seus problemas e enfrentá-los. Me desculpe e delete se vc preferir, mas nós somos uma sociedade formada por bundas-moles.

DO disse...

Sera que tem algum país do mundo que não tenham tantas restrições para imigrantes,Saramar???
Beijo!

junior disse...

Pois eh, eu escrevi sobre os militáres. queria que aparecesse algum bem "nervoso" que fechasse aquela pocilga. não precisariamos ficar por muito tempo na mão deles, acho que nem eles iriam querer isso, mas que seria um choque para a população inerte, isso seria. rsss
beijos

Blogue da Magui disse...

Tem razão. É a cobrança dos abandonados que foram mantidos na ignorância servil durante décadas.O resultado está aí, ovelhas negras em bandos.

Jorge Sobesta disse...

Saramar,

Lí agora no site do terra que os juízes do STF votaram essa manhã contra o aumento dos parlamentares.
Limitei-me a fazer uma cara de "Tá".
É só uma medida liminar. Eles podem voltar atrás (e aposto que voltaram). Circo na galera!!

Olha o Link : http://noticias.terra.com.br/brasil/interna/0,,OI1308189-EI7896,00.html

Um abraço.

Angelo da C.I.A. disse...

Uma coisa leva a outra: Os canalhas dominam porque os bravos e justos são minoria! Já os que lutam para mudar alguma coisa, estes já estão quase extintos

LCMarques disse...

Alguns setores já começam a fazer barulho nas ruas.

Gostei da sua foto, precisamos restabelecê-la e parece que a Sociedade está acordando.

Vamos continuar a reclamar, a esclarecer!