LUTAR SEMPRE



Para onde está indo nossa democracia? O que estamos fazendo dela? O que vamos fazer por ela?
Eu acredito que, o fato da população brasileira ter escolhido o lulo-petismo não significa que a maioria aceite ser governada (?) pela incompetência (para dizer o mínimo). É claro que elles dominam todos os poderes, principalmente o legislativo (se é que este ainda pode ser chamado de poder) uma vez que o que Lulla chama de “coalização” é, na realidade, a mais desavergonhada compra de parlamentares, como é típico dos petistas.

Assim, executivo inepto, legislativo comprado e o judiciário incapaz e encolhido, é hora dos cidadãos começarem a agir no sentido de proteger o país dos aventureiros que enxameiam por aqui inspirados em tiranetes ridículos, porém perigosos. Que o diga, o tal do Marco Aurélio Garcia, assessor de Lulla para assuntos esquerd...ops, internacionais que não vê nada de anti-democrático nas resoluções do louco Chávez..

A descrença que se nota no ar, entre aqueles que antes acreditavam na diminuição dos nossos problemas, via atuação política não poderia vir em pior hora porque acredito que justamente nestes momentos em que a luta parece perdida é que temos que procurar nos fortalecer e buscar alternativas para continuar.

A população está sozinha, abandonada à própria sorte. Os três poderes voltaram definitivamente as costas para o povo brasileiro. Então, precisamos agir por nós mesmos.

Por isso, considero muito válidas as iniciativas que começam a surgir em vários grupos, buscando essas alternativas. E creio que a melhor alternativa, ainda é a mídia, apesar de estar, quase toda, contaminada pela lama.

Portanto, amigos, vamos encher as revistas, os jornais e outras mídias, com nossa indignação sempre, diariamente, sem dar descanso aos venais, aos covardes e aos criminosos e aos omissos, qualquer que seja seu posicionamento na escatologia política a que estamos submetidos.

13 comentários:

José Alberto Mostardinha disse...

Olá Saramar:

Estou consigo em tudo aquilo que fôr trazer transparência e verdade á política.
Esse imenso país e o seu povo merecem.
Passa uma boa semana.
Um beijo,

Nomadezz disse...

Sara,

Como sempre, concordo contigo, não devemos esperar acontecer, a hora deve ser agora, acredito mesmo que já passa da hora.
Descemos até mais que o fundo do poço. Que Brazil é esse? Que país é esse? Que pessoas somos nós?
Quando e com que intensidade encontraremos nossa capacidade de se indgnar?

Vera Fróes disse...

Saramar, com raríssimas exceções, a maioria dos politicos, independente de que partido for, se vendem porque eles não estão preocupados com o que nós esperamos e queremos e sim estão preocupados com o bolso deles, infelizmente.

Bjos.

junior disse...

Muito bom Sara,
Um texto equilibrado, inteligente e educado. Educação alias, tem faltado a muitos blogs anti-lula.
Um beijo

DO disse...

É uma boa,ops ,uma otima idéia,SARAMAR. Não pode haver conformismo,não podemos ficar de braços cruzados,esperando a época de eleições.
Mas admito que ando pra lá de estafado com toda esta nojeira. Este país é uma piada de muito mau gosto.
Beijão!!

Fábio Max disse...

Sou um inconformista, me incomoda essa letargia política de indivíduos que foram eleitos para fazer oposição.

Eu respeito o resultado das urnas. Lula deve governar, mas não sozinho e do jeito que bem entenda, deve ser acossado pela oposição que, porém, está se omitindo de suas obrigações.

Defensor, O Maldito disse...

Saudações
Concordo com o coment do Fábio Max.
É como eu disse, não há oposição de verdade...
Abraços

Ricardo Rayol disse...

Acho que usou o termo bombardear apropriadamente mas errou o destinatário ehehehehehe

Anônimo disse...

Como diz a Vera: o interesse é por valores.

Anônimo disse...

Inspirador, é só começar a correr atraz das mudanças, são muitas mas quem cala consente, espero nunca calar!
Beijos
Paloma

Suzy Tude disse...

Saramar, pena que todos não tenham acesso ao seu texto.
Beijo

Freeman disse...

Querida Saramar,
Ótima mensagem! É uma pena não termos um pouco de sangue irlandês por aquí...
Sobre o seu comentário lá no "palavras": sempre que quizer.
Bjs.

Lino disse...

Saramar:
Egresso da mídia, como sou, não coloco nela minhas esperanças, não. Acho que, nesta situação, só o povo salva o próprio povo.