MÁGICAS

Imagem: Bernard Picart


Amigos, perdão pelo desaparecimento durante a semana inteira. Foi pelo mais saboroso e lindo dos motivos: o casamento de uma das minhas filhas. Uma loucura, uma ansiedade e, principalmente, uma alegria enorme. Agora, volto ao normal, deixando para trás o meu papel de mãe de noiva em vésperas do casório. Ufa! Tudo vale a pena para ver aqueles dois sorrindo feito bobos entre seus amigos e parentes, numa felicidade que contagia e nos faz imaginar como a vida pode ser bonita em certos momentos.

Mas, voltando aqui aos nossos assuntos, lentamente, porque estive "fora do ar" por uns tantos dias, emocionei-me com o discurso do líder e aquilo que ele chamou de "mágica" ao se referir às oportunidades que devem ser proporcionadas aos nossos jovens como alternativa à redução da maioridade penal para os "menores" criminosos.

Não vou falar dessa questão dos criminosos menores de 18 anos porque estou pesquisando bastante para um novo post sobre isso, mas a palavra "mágica" me levou a refletir sobre o governo (?) lulo-petista e sobre os truques que utiliza para se manter cego diante da realidade do país.

É cansativo ficar repetindo que este governo não está nem aí para o país e só cuida de sua imagem. Um exemplo disso (mais um, entre milhares) acabo de ler lá no Blogando Francamente: o governo (?) investiu mais em propaganda oficial que em saneamento básico. Confesso que gostaria de falar umas besteiras relacionando governo e esgoto, mas nem preciso, todo mundo já sabe.

Voltando à mágica do governo (?) penso que o líder foi coerente, tendo em vista que o país anda sobrevivendo de discursos. Só Merlin para mesmo para dar um jeito. Exemplos?

Diante do apagão aéreo, quando deveria implementar medidas urgentes para resolver os problemas técnicos e humanos, o governo (?) está mais preocupado com a CPI e com quem irá cuidar para que compadres e afilhados não sejam expostos.

Diante da audácia cada vez maior dos criminosos no RJ e SP, envia a tal força nacional (ou sei lá como se chama) cuja eficácia é próxima de zero, não pelos seus integrantes, mas pelo absurdo dessa estratégia. Segundo li, por aí, o governo enfrentou dificuldades até para alojá-la. Só isso demonstra o quanto a tal força é resultado de uma política séria de segurança pública.

Diante do MST e suas ações criminosas, não se ouve uma voz sequer das autoridades (?) que sempre se esquecem (convenientemente) que foram eleitas ou escolhidas para cuidar do país e não de um grupo de acólitos.

Foi triste ver Lula falando em mágica porque a palavra é o espelho de sua forma de governar: mera ilusão.

6 comentários:

Stella disse...

querida Sara, que bela experiência essa tua, desejo felicidades para o casal !
quanto a mágica, é realmente uma magia lula continuar no poder diante de tantos escândalos que ocorrem nesse país

Angelo da C.I.A. disse...

Hmmm... você falou em casamento de sua filha e eu já quase chorei de pensar que isto um dia ocorrerá com a minha ( será que estou me antecipando demais? É que ela tem menos de um ano e meio... ).

Bem-vinda de volta!
Beijos,
Ângelo

José Alberto Mostardinha disse...

Olá Saramar:

Diante do facto que te prendeu esta semana... o resto é "paisagem".
Entretanto...

O dia 25 de Abril aproxima-se.
Nele será comemorado uma data que permitiu ao povo português libertar-se dum regime totalitário, desprezível e anquilosado.
Foi posto termino a uma guerra colonial injusta e traumatizante.
É opinião unanime de que o país progrediu a olhos vistos.
É preciso fazer mais?
Certamente.
Mas fazê-lo em liberdade tem muito mais sabor.

Viva o 25 de ABRIL.

Um beijo,

Costajr disse...

A maior das mágicas foi transformar o filho em mega-empresário das comunicações!

Há outras, ainda mais torpes... deixo aos seus leitores relacioná-las.

um abraço.

david santos disse...

22 de abril, día de la tierra. Quién no la respeta, no respeta la humanidad.
22 of April, day of the land. Who does not respect it, does not respect the humanity.

22 d'avril, jour de la terre. Qui ne la respecte pas, ne respecte pas l'humanité.
22 نيسان يوم الارض. فمن لا يحترم ومن لا يحترم الانسانيه.
22 von April, Tag des Landes. Wer es nicht respektiert, respektiert nicht die Menschlichkeit
22日,一天的土地. 谁不尊重,不尊重人性. 4月の22、土地の日。
4月の22、土地の日。 それを尊重しないかだれが、人間性を尊重しない。
22 апреля - День земли. Кто не уважает его, не уважать человечество.
22 de Abril, dia da terra, quem não a respeita, não respeita a humanidade
22 της ημέραης Απριλίου, του εδάφους, που δεν το σέβονται, δεν σέβονται το Ανθρωπότητα
David Santos

Ricardo Rayol disse...

Como sempre seus posts são contundentes, foi bem na ferida.