O COMPANHEIRO BOLIVIANO


"Todos os presidentes da América Latina têm a obrigação
de fazer um esforço grande para que a Bolívia possa consolidar sua democracia, que o presidente Evo Morales possa governar
atendendo aos interesses da maioria do seu povo."
Lula da Silva, na posse do companheiro Morales



É uma vergonha que o presidente do Brasil deixe de usar sua própria receita e não governe de acordo com os interesses do povo brasileiro. Os efeitos da quebra de contratos e do roubo da Petrobrás perpetrado pelo índio cocaleiro já está pesando no bolso dos contribuintes brasileiros e, em pouco tempo, irá determinar a quebradeira de empresas que dependem do gás boliviano, principalmente as menores.

A política de integração latino americana, arquitetada por esquerdistas irresponsáveis deve ser isso: igualar todos os países pelo nível mais miserável, ao estilo cubano.

Bem que o povo brasileiro poderia responder, agindo como os argentinos que vão às ruas sempre que sentem prejudicados pela irresponsabilidade de seus governantes. Mas, como dizia aquela comediante em antigo programa: "brasileiro é muito bonzinho".

18 comentários:

junior disse...

Saramar,
Sabe o que me consola?

1) Com aquebradeira das empresas os eleitores do lula vão para o olho da rua, azar o deles, eles merecem isso mesmo, merecem também as filas nos postos de saúde fedidões e tudo mais que os deixem satisfeitos;
2) Essas coisas corroboram o que eu já dalei algumas dezenas de vezes, o povo brasileiro merece ser governado pelo lula, homens de verdade devem governar a argentina, o uruguai, o paraguay e por aí vai;
3)Outra coisa que eu sempre digo é que estão trabalhando pro brasil deixar de ser um apis pobre pra ser um país miserável.
4)Cada vez mais me convenso de que a minha cidadania europeia deverá enfim servir para alguma coisa.
Um beijo

alexandre, the great disse...

Os preços do GNV e do Gás Canalizado já estão reajustados por conta do "muy bonzinho".

Como diria aquele outro comediante: "me inclua fora dessa!"


Alexandre, The Great

Ricardo Rayol disse...

É fácil fazer demagogia internacional com o dinheiro alheio.

Fábio Max Marschner Mayer disse...

Repito o comentário do Ricardo.

A Bolívia experimentou um aumento espetacular do PIB no ano passado, porque mascarou as contas e considerou como toda sua a receita advinda do gás e do petróleo, isso sem vender um metro cúbico ou um barril a mais...

OU seja, estão se fartando com o dinheiro roubado da Petrobrás que, por sua vez, é o dinheiro que pagamos de impostos e dos combustíveis que usamos.

E o senhor presidente Lula, inerte, omisso, fazendo papel de palhaço enquanto o índio boliviano e o coronel ladrão da Vanezuela riem dele pelas costas!

Cirilo Veloso disse...

Saramar, brasileiro é muito idiota, isso sim.

Votou no barbudinho. Elegeu-o. E agora ainda aceita aturar um traste desses.

Como diz o Jr, cada povo tem o governante que merece, e o brasileiro merece o lula.

Argh!

Acho que vou embora "prasoropa".

ROÇA COISA É OUTRA LIMPA disse...

Concordo, tanto o indio qto o chavez devem rolar de rir do batráquio pelas costas...Ou então o sapo terá sua recompessa depois de terminar seus desmandos por aqui

tunico disse...

Saramar, não que eu queira dar uma de chato mas o primeiro erro veio lá atrás. O Brasil bancou o gasoduto no governo FHC contra vários avisos de estrategistas que com base no péssimo passado político da Bolívia que em 180 anos de república teve 65 presidentes e trocentos golpes de Estado. Neste período, a Petrobrás desprezou as reservas de gás brasileiras e preferiu investir na Bolívia. Mentalidade de curto prazo.Me lembro de uma frase do Gal. Geisel, quando lhe perguntaram porque a Petrobrás não investia no gás boliviano (isso em 1978)que era barato. Ele respondeu: Está bom. E se um maluco lá fecha a torneira?
O segundo erro e pior que o primeiro, foi do Apedeuta.Em vez do pragmatismo histórico da diplomacia brasileira, preferiu passar a mão na bunda do índio companheiro que como ele,é um traíra contumaz(iguais se atraem). Levou um tranco.Lula não pensou no Brasil.Como não sabe pensar, a não ser em si próprio,danou os brasileiros.Agora, botou todo o país numa sinuca.Resultado,aumento de preços.Para o usuário doméstico, os taxistas e empresas de transportes e para as indústrias.O bom disso, é que o feitiço vai virar contra ele. Espere para ver.

Jorge Sobesta disse...

Saramar,

ô se é!!!


Grande abraço.

Carlos Emerson Jr. disse...

Saramar, o comentário do Tunico é muito interessante.
E o grande erro deste governo é não ter a menor capacidade de planejar sequer a hora do cafezinho. Tudo é feito de improviso, no calor da situação. O governo reage aos acontecimentos, nunca pensa em planejar a longo prazo (que dirá a médio...).
E o pior é que o governante mór acredita piamente que ele é o mais capacitado, entre todos os mortais, a negociar com quem quer que seja...
Coitado do Brasil!

ielpo disse...

Saramar, concordo com o Carlos Emerson, e explico: O governo só age desse modo pois é o único modo que sabe agir, como um ser primitivo e irracional que é. Só responde a estímulos, de forma reflexa, não consegue sequer consolidar uma memória de curto prazo, muito menos qualquer tipo de aprendizado. Pior que uma planária. E as "amebas", que os elegeram, pagam a conta...

Clau disse...

Saramar, a torneira já começou a fechar. E aqueles que investiram e hoje dependem exclusivamente do gás?
Taxistas já mostram-se preocupados e xingando o governo.

É isso aí, este governo vai pagar caro pela inépcia e pelas relações perigosas.

Fábio Max Marschner Mayer disse...

Viram?

A Petrobrás comprou as duas refinarias por 104 milhões de dólares. Investiu, pôs para funcionar, modernizou e tornou-as produtivas e agora, Evinho quer pagar 60 milhões de dólares, no prazo em que ele estipular.

Lula já deixou que o preço fosse aumentado para os valores queridos inicialmente pela Bolívia. Já concordou com os aumentos extorsivos de impostos. Já repassou o preço para o consumidor brasileiro.

Duvido que vá deixar de passar a mão na cabeça do índio ladrão de novo...

José Alberto Mostardinha disse...

Olá Saramar:

Desejos de um óptimo fim de semana:
Um beijo,

Passarim disse...

Sara,

Estou muito cansado, mas gosto de ler o que vocês escrevem e vou respondendo na medida do possível. Abs. do Jarbas do Aparte.

Blogue da Magui disse...

Não há como impedir as ações do Evo Morales.O mal menor é negociar menor perda.Eu não acredito que a Petrobrás sofra qualquer problema maior pq o preço do que foi perdido significa muito pouco no geral .Qt ao gás que o Brasil pagava era um absurdo, quase nada e o que precisamos é ficar independentes neste item.Temos muito gás mas era mais vantajoso não explorar mas agora a política mudará.Inclusive aqui no ES que tem gás natural o governador está fazendo reuniões públicas com o povo para explicar o que é exatamente para o ES a exploração, qual o mercado de trabalho que será aberto.Teve faixa nas ruas e transporte para o local da reunião aqui em Guarapari.Estamos esperando bons resultados para a região.Portanto, para o ES Evo Morales ajudou.Tudo tem dois lados.

Pata Irada disse...

"Nós, enquanto brasileiros"...(hahaha!), não estamos acostumados a lutar por nada.
"Nós enquanto brasileiros" temos a convicção de que não temos direitos e não vale a pena lutar. Dá um desgaste...
"Nos enquanto brasileiros" esperamos que as coisas se transformem em melancias e que com o andar da carroça tudo vá para o seus devidos lugares. É só aguardar...
Afinal Deus é brasileiro, assim como o Papa era gaúcho...

Êta povinho bom, barbaridade! Aqui já é o paraíso.
Temos coisas muuuuuuuuito mais importantes para nos ocupar.

Amanhã é domingo e tem Faustão,
OBA!

Um beijo da PI

João Bosco disse...

Estava eu no antigo ginasial, quando foi noticiada grande descoberta no Brasil, tratava-se de imensas reservas de quartzo.
Mineral que seria uma das alavancas do progresso.
Os militares da época, disseram que deveríamos guardar as reservas para nosso desenvolvimento.
Pesquisa posterior tornou nossas reservas de quartzo, grande fonte de pedrinhas para esotéricos, e vendedores nas rodovias para Brasília.
O gás do Evo, vai ter o mesmo fim.
Ninguém compra leite na padaria que vende leite estragado, onde sempre falta o produto, ou que fica fechada no final de semana.
Infelizmente, para o povo da Bolívia, continuando assim, eles podem importar uma parte de nossa cultura, e fazer uma imensa e azulada fogueira de São João que durará décadas, sendo visível até dos anéis de Saturno.

Blogildo disse...

O povo brasileiro não existe.