O LÍDER E A ADVERSIDADE!

Do Ex-Blog do Cesar Maia 17/07/2007

Os grandes comandantes, os grandes líderes se testam na adversidade. Nas batalhas mais simples com vitórias garantidas não faz muita diferença quem esteja no comando.

As batalhas que marcaram os grandes generais, as vitórias políticas que consagraram os grandes lideres têm sempre esta característica: a capacidade de superar a adversidade e transformar derrotas em vitórias, superando desafios com humildade, habilidade e coragem.

Os dirigentes que se desmancham, que se desintegram, que tremem frente a uma simples adversidade podem ser tudo menos líderes e muito menos estadistas.

Uma vaia –por maior que seja- é uma simples pedra no meio do caminho. Uma pedra não maior que uma pedra portuguesa. Mesmo que se tropece nela, nada mais é que um cisco na frente dos desafios de um grande líder.

Um país –que enfrenta desafios tão grandes como as diferenças socioeconômicas, a necessidade de desenvolvimento com equidade, a defesa nacional...- não pode contar –para estas tarefas- com dirigentes que se amesquinham frente a pequenas pedras, de vaias, no meio do caminho.


P.S. Não deixe de ler o texto abaixo.

6 comentários:

Blogue da Magui disse...

Acontece que o VELHACO é considerado um gênio em casa, no meio profissional e político.Para não falar do meio acadêmico.Ele faz suas benesses políticas com o sacrifício da classe média mas pensou que ela era burra também.

DO disse...

Ele vai entrar para a história bem de acordo com o seu tamanho intelectual. Como um fenomeno muito mal acabado de midia. Um embuste!!

Beijos!!

ROÇA COISA É OUTRA LIMPA disse...

O C�sar Maia poderia ensinar como ele fez para ensaiar tal plat�ia sem wque o servicio di intelijen�a do pt tomasse conhecimento pr�vio...Acho que 67% dos espectadores, quase 7 em cada 10 s�o � favor do batr�quio voador, n�o?

Ricardo Rayol disse...

Mass o pior é que contam.

Só Pimenta disse...

Passamos aqui para lhe pedir que nos dê uma força lá no nosso blog estamos começando agora aí vc já sabe né???

http://sopimenta.blogs.sapo.pt/

Fábio Max Marschner Mayer disse...

20 mil cargos em comissão criados neste governo que, porém, não é capaz de comprar equipamentos aeronáuticos, contratar controladores de vôo e fazer obras civis nos aeroportos nacionais.

Da minha parte, quero a renúncia imediata da diretoria da INFRAERO e do ministro Waldir Pires.