TADINHO DO LULA


Lula vai morrer negando a existência do mensalão, bem como seus acólitos, principalmente os que com ele se envolveram. Impressionante sua falta curiosidade a respeito das fontes de financiamento da própria campanha. Realmente, um puro, um desprendido, nada sabe das coisas deste mundo vil onde víboras e vampiros se movem, solertes.

Deve ser por isso que sempre defende seus amigos, os íntimos que habitam seu coração.

Como o novo espetáculo sobre velho tema (o mensalão) está em curso, fiquei preocupada com o presidente. Coitado! Tantos amigos envolvidos...

Lembrei-me do quanto são caros ao presidente (inclusive seus amados parentes) rememorando as palavras dele:

"Feliz o país que tem um político da magnitude do Zé Dirceu".

"O Zé Dirceu acaba de ser cassado. Vocês podem me dizer qual acusação que foi provada contra o Zé Dirceu? Não foi provado" (no Noblat) .

"Não sei quem sabia. O companheiro Delúbio Soares assumiu a responsabilidade pelo PT. A direção do PT não tinha porque me comunicar" (sobre a origem dos recursos para sua campanha).

"Todos os contratos são regulares, todos. Nenhum é irregular" (sobre a ligação do primeiro-filho com a Telemat).

"É um monumento de sinceridade, é um monumento de inteligência... muito sincero, muito honesto e muito digno". (sobre Palocci).

"Lamento, porque o Luizinho é uma figura tão digna, tão decente" (lamentado a cassação do Professor Luizinho).

"E quem tem a magnitude política é o Zé Dirceu".

"O que houve foi que o Partido dos Trabalhadores, segundo nosso Delúbio, fez acordos para que a parte daquilo que a gente arrecadasse fosse dado proporcionalmente, em função da bancada dos partidos" (justificando o “repasse” de 10 milhões de reais do PT fez ao PL em 2002).

"Eu levaria o José Dirceu para o palanque, até hoje nada foi provado contra ele" (fingindo ignorar as acusações contra Dirceu).

Vavá "está mais para ingênuo do que para lobista. O Vavá nessa história me parece mais um lambari que foi pego. Qual é a vantagem? É um lambari especial, porque é irmão do presidente da República", (defendendo o primeiro-irmão).

"Eu tenho a mais total e absoluta confiança no companheiro Aloizio Mercadante. Não consigo entender como os delegados encontraram uma forma de incluir o companheiro Mercadante" (criticando os delegados que atuaram na investigação do dossiê contra políticos tucanos).

Berzoini é "um homem importante no PT, um quadro político de muita envergadura, foi ministro da Previdência e teve um trabalho excepcional na reforma da previdência dos funcionários públicos".

"Ninguém tem mais autoridade moral e ética do que eu para transformar a luta contra a corrupção não em bandeira, mas em uma prática cotidiana" (em discurso sobre as denúncias contra membros do governo e de seu partido).

Lembrando:
Minas Gerais, 1994, em comício, sobre a má escolha dos candidatos, Lula lamentou:
"Às vezes, penso que o povo gosta de ser enganado".

3 comentários:

alexandre, the great disse...

Enquanto ele for "assessorado" pelo sr. Johnny Walker ouviremos este monte de palavras desconexas e sem sentido.

Mas convenhamos: "Às vezes, penso que o povo gosta de ser enganado".
Nesta elle "caprichou"!


Alexandre, The Great

DO disse...

Adorei o post,SARAMAR. Lembrei de coisas e frases importantes que até dei risada.
Aliás,com o Pinócchio ,só rindo mesmo.

beijos!!

Osc@r Luiz disse...

O problema é que são todos corruPTos e é difícil lidar decentemente com gente assim...
Só me entristece o desperdício de militância.
Um beijo!