O TEMPO PASSA, O TEMPO VOA...

Por favor, leia o excerto abaixo e tente imaginar a quem ou a que se refere. Copiando o exemplo do Serjão (com muita cara de pau), digo nos comentários.

(...) em nome da ordem e da decência, marca-se notadamente pelo desrespeito à lei, pela legislação casuística (...), pela aberração da legalidade (...).

Submeteu o Congresso: O legislativo desses anos passará à História como o mais desrespeitado e o menos se respeitou, curvando-se às imposições, como se sabe.

(...) Instaurou a falta de palavra, a mentira sistemática, agravando a pobreza que chegou à miséria, ao desemprego.

Qual foi a ordem que consagrou, se tudo foi deteriorado? Pela decência, contra a corrupção, institucionalizou-se o furto, a rapina do patrimônio.

Se a moralidade pública também em outras épocas deixava a desejar, agora a corrupção é generalizada, aparece em todos os níveis, com a participação evidente de autoridade e de seus sócios, entre os quais brilham familiares. E nunca houve processo decente, não houve conclusões e nunca se puniu um poderoso. A impunidade virou norma. (...) Veio a ser, pois, o auge da imoralidade pública, sua nota distintiva(...)

11 comentários:

Saramar disse...

Trata-se de um texto escrito por Francisco Iglésias para o livro Retratos do brasil, publicado em 1984. Refere-se aos governos militares.

DO disse...

É o que dizem: estamos piorando cada vez mais e mais.
O pior é que o tal fundo do poço não chega nunca.
Beijos!!

Cejunior disse...

Saramar, esse texto é, literalmente, um retrato do nosso Brasil...
Que tristeza...

Freeman disse...

Querida Saramar,
Em outras palavras, mas com o mesmo significado, também poderia ser de Rui Barbosa no início do século passado. E é isso que nos desanima...será que este país tem jeito?
Bjo.Grande

Freeman disse...

Querida Saramar,
Em outras palavras, mas com o mesmo significado, também poderia ser de Rui Barbosa no início do século passado. E é isso que nos desanima...será que este país tem jeito?
Bjo.Grande

alexandre, the great disse...

Saramar.
"O tempo passa, o tempo voa..." mas a nossa situação, ao contrário da "Poupança Bamerindus" de um antigo comercial de rádio e TV, "NÃO continua numa boa".

Lembra?


Alexandre, The Great

David disse...

Pqp...O Alexandre cortou meu barato!

Mas uma adendo: para os bancos tudo continua numa boa....

Marciel disse...

O que era de se esperar?
Melhor continuar com a minha vidinha e cuidar de editar o meu blog.
PS: Saramar, você deveria ter comentado isso no post.

alexandre, the great disse...

David, foi mal... hehehe

Alexandre, The Great

Ricardo Rayol disse...

será que eu consigo uma boca nessa mamata?

CAntonio disse...

Viram só? Tudo o que se escreve -negativamente- sobre o Brasil, permanece imutável; tenha sido escrito por Caminha ou pelo Paulo Henrique Amorim: o objetivo dos dois eram as tetas gordas da nação.

SDS