OS TUCANOS QUE DISSERAM SIM


à CPMF



Tasso Jereissati (CE)
Sergio Guerra (PE)
Lucia Vania (GO)
EduardoAzeredo (MG)

(tinha que ter um de Goiás. Ô vergonha!)

O PSDB se tornou filial do petismo? É o que parece.
Enquanto os senadores se dividiram (humm) no apoio ao imposto (não venha me falar em contribuição porque me cansei de eufemismos), o partido disse que se encontra aberto (!?) à negociação com o lulo-petismo.

Na realidade, senhores do PSDB, o que estão abrindo é o bolso do povo brasileiro para continuar pagando esse tributo sem que se possa perceber os resultados de tal pagamento.

Por falar nisso, será que já não está na hora do Jereissati deixar de atrapalhar o partido?

Os senhores do PSDB devem se lembrar que não deixaremos ninguém esquecer disso.

4 comentários:

cilene disse...

Saramar o PSDB viveu desse imposto, nao pode ser contra. estou de luto pelo Brasil sempre

tita coelho disse...

acheio que iam se lembrar que eram oposição ao governo......que nojo!

pianomanga disse...

A cada dia percebo o aumento da es-
cassez de homens probos neste meu pobre Brasil,principalmente e como
se animais fossem,os politicos des
te torrão.Que pena!!!!!

Ricardo Rayol disse...

a questão nunca será ideológica e sim de quanto dinheiro está disponível. Vendo uma noticia sobre o aécio percebe-se que o que está encalacrando mesmo a CPMF é a grana que cada um vai receber no final da suruba.