INCENTIVANDO O CAOS

Lula da Silva, presidente do Brasil, afirmou que, em relação ao Mercosul, os critérios políticos devem se sobrepor aos técnicos. Daí já se pode esperar o desastre, sem pensar mais de um minuto, apesar de todos saberem da distância entre o que ele diz e o que pretende fazer.

Com a visão típica dos governantes despreparados, Lula da Silva considera os técnicos governamentais como “inimigos” porque estes têm o péssimo hábito de mostrar que o caminho para o desenvolvimento é construído com pedras e não com agrados aqui e ali para supostos amigos. Os técnicos existem justamente para mostrar a melhor maneira de fazer das pedras o próprio caminho. Essa tarefa nem sempre agrada aos governantes, principalmente àqueles que demonstram falta de compromisso com o futuro dos seus países e, por isso, querem fazer o mais bonito e colorido, mesmo que por trás das luzes, o caos seja a realidade.

Essa nova ofensa que Lula da Silva desferiu contra aqueles que trabalham para manter o país funcionando, a despeito da conduta de gestores inconsequentes, está claramente relacionada à integração da Venezuela (pobre país, à mercê de um louco) ao Mercosul.

Ora, os regulamentos do Mercosul determinam, entre outras exigências, que apenas países democráticos terão direito a integrá-lo. Este não é, certamente, o caso da Venezuela e nem mesmo da Bolívia, cujo governo ficou conivente (para dizer o mínimo) com parlamentares governistas que se escondem para votar assuntos essenciais ao país, impedindo a participação da oposição.

Por acaso, existe democracia sem oposição?

A política está intrinsecamente ligada à economia e o Mercosul não prescinde dela. Porém não pode prescindir também do resto do mundo ao privilegiar aventureiros cuja política está levando seus países ao caos econômico que, em curto prazo, serão imenso problema para os mercados latino americanos, impedindo que acompanhem o resto do mundo. Quem irá investir na Bolívia ou na Venezuela ou no Equador se continuarem com a política (e as práticas) de repúdio ao "capital internacional"? A China agradece cada uma das loucuras políticas cometidas por aqui.

Na economia, não cabe hipocrisia. Fingir que Chavez e Moralez são democratas pode ser muito útil para a esquerda, mas é péssimo para a economia dos países governados por farsantes e seus parceiros comerciais. A realidade dos países vítimas desses inconseqüentes demonstra que já estão sofrendo os efeitos da “democracia” que tentam impor, usando os métodos ultrapassados e cruéis da esquerda. Apóia-los é apoiar o atraso, é investir na política que aniquila o futuro.

É justamente isso que os técnicos de todos os países integrantes do Mercosul estão tentando dizer aos seus governantes. É justamente o que eles querem fingir que não existe para, amanhã, quando o desastre estiver instalado, e o resto do mundo correr do Mercosul como o diabo foge da cruz, fazerem coro com Lula da Silva: “eu não sabia de nada”.

7 comentários:

alexandre, the great disse...

Saramar, mais um artigo de extrema clareza e visão!
Acontece que o farsante bêbedo não está nem aí para o "futuro do país". Aliás no projeto dele e do seu tutor bolivariano, "país" é um conceito abstrato, pois se insere no contexto de "Pátria Grande" ou URSAL. Estamos vendo ellle claramente dilapidar as riquezas do Brasil, repartindo-as com o gorila venezuelano, com o índio cocaleiro e com o casalzinho austral.
Contra um grande mal, somente um MAL maior ainda.


Alexandre, The Great

tita coelho disse...

Fantástico Sara!!! O cara é uma anta de agredir os técnicos...realiza a cena se não existissem.......se fossem somente os cc´s....
beijos meus

Freeman disse...

É por isso que a América Latina tem a capacidade de se manter atrasada em relação ao resto do mundo civilizado (e mesmo o não tão civilizado).
Até o inicio do século 19 tínhamos o mesmo status econômico que os Estados Unidos...A Argentina até os anos 50 éra considerada país de primeiro mundo...Em 1970 as exportações brasileiras eram comparáveis às de Hong-Kong ou a Coréia do Sul, hoje a distância é enorme...
E assim vamos. A ignorância do povo aliada a má fé dos políticos são as principais causas desses males.

Ricardo Rayol disse...

O Mercosul virou a piada planetária, e com a grana que o pequeno fidel largou para ser aceito o Lula tinha que fazer algo.

não entendi seu enigmaático email.

Só Magui disse...

Pela sua tese é o caus!!!!!!
http://somagui.zip.net

Carlos Eduardo da Maia disse...

O governo Lula é refém dos labirintos ideológicos do PT. E também daqueles que não tem nenhum interesse em mudar o Brasil, que querem que este Brasil fique franciscano para sempre. Essa história do bispo chantagista é bizarra. E a esquerda apoia o franciscano. Parte do PT concorda com o bispo chantagista e o governo Lula é sonolento nas suas decisões. É um governo que dá sono e é vacilão. Existem modelos a seguir, vejam o Chile.... É só seguir a linguagem.

Chawca disse...

E o pior é que tem gente que ainda defende, e não é nenhum iludido com Bolsa Familia...
Eu tenho vergonha de ter o meu país conduzido por alguém como ele...

Mas de qualquer forma, Feliz Natal e um Ano Novo melhor, se isso for possível..

Um abraço