SÓ DEUS, COM JEITO...


"Se de fato, como a arte, a corrupção não evolui, apenas muda, cumpre observar que, nestes últimos anos, ela nos tem revelado facetas inusitadas. E isso se deve, justiça seja feita, à indiscutível contribuição do PT, que, como se sabe, nasceu para mudar o Brasil. Se não mudou as relações de propriedade, instaurando o socialismo, inventou pelo menos uma nova maneira de apropriar-se do dinheiro público, ou de fazê-lo impunemente."
Ferreira Gullar



Confesso que já sinto uma repulsa quase instantânea quando vejo na TV algum político brasileiro. Minha mente cansada de enganação já não os consegue distinguir entre si, do alto de sua indumentária típica, a honestidade de holofote.

Estes políticos são repulsivos e, tal como as milícias do Rio de Janeiro (segundo seu secretário de segurança pública), são duplamente criminosos porque usam o erário para enriquecer ilicitamente e o reutilizam para se safar de seus crimes, por meio de cpi's, processos conduzidos por comissões cuja ética só existe no nome, ou negociatas em corredores obscuros, etc. São eles que, assim, transformam o executivo e o legislativo em poderosa defensoria institucional de corruptos e outros criminosos, paga pelos cidadãos.

Baseados no uso amoral da imunidade parlamentar, os parlamentares alimentam descaradamente, entre si, a prática da ilegalidade, do roubo puro e simples (eufemisticamente chamado de desvio), do nepotismo, da venalidade, criando verdadeiras redes criminosas cujo alicerce é o mandato que lhes foi emprestado pelo povo. Este mesmo povo de quem roubam até a esperança de se ver realmente representado.

Baseados no foro privilegiado e, agora, na clandestinidade institucionalizada dos gastos governamentais, os integrantes do poder executivo usam o dinheiro do contribuinte para se esbaldar em luxos e enriquecer, usando o Tesouro como conta bancária pessoal, transferível aos seus familiares. O povo para o qual fingem trabalhar é, por estes, enganado com mentiras, falsas realizações, falso interesse, falsa proteção.

Convém ressaltar que o exemplo que vem do alto é refletido infinitamente nos parlamentos e nas prefeituras municipais do país inteiro, onde até o roubo de recursos para aquisição da merenda escolar é comum para não falar de tantos outros ainda piores.

Por isso, esses indivíduos provocam asco em todos que têm alguma informação sobre sua conduta imoral e desumana. Pisam em mortos para se tornar cada vez mais ricos e para aumentar seu poder, baseado na mentira e na exploração dos inocentes que neles acreditam e que são, a cada dia, em menor número.

Apesar deles, esperançosa que sou, acredito que não viveremos para sempre sob o império dos desonestos. Eu sonho ainda com um país sério onde todos os cargos públicos sejam ocupados por servidores concursados e cujos dirigentes sejam escolhidos entre estes servidores por suas capacidades gerenciais. Assim, quem sabe, estaríamos mais fortalecidos em relação à ação de ladrões, corruptos, mensaleiros, sindicaleiros, ministros que desrespeitam o sigilo bancário de cidadãos, aloprados e outros semelhantes.

6 comentários:

Anônimo disse...

Bom dia caríssima amiga SARAMAR .. se as coisas são como você mesma diz ..”O exemplo vem de cima” .. talvez isso explique a LADROEIRA que tomou conta do meu Rio de Janeiro. "O Ex-Secretário de Segurança do governo Garotinho e Rosinha e atualmente Deputado Estadual, sr. Álvaro Lins, acusado de formação de quadrilha e roubo pelo ministério publico, não ficou mais que algumas horas preso .. tão logo souberam do ocorrido, 40 Deputados da Alerj trataram de soltar o dito cujo, alegando imunidade parlamentar, isso me fez lembrar do filme, “Ali Baba e os Quarenta Ladrões” .. rsrsrsrsrs .. Os tais deputados, após terem solto o LADRÃO, se depararam com a grita geral da população da cidade, tentam agora limpar a MERDA espalhada, falando em uma possível cassação .. é fazer pouco da nossa inteligência .. pra não dizer algo pior .. tenho a esperança, que essa corja toda vá parar atrás das grades .. pois lugar de LADRÃO é na cadeia .. um beijo grande de um amigo que hoje diante de tais fatos sente vergonha de se dizer carioca .. guto leite.
www.chutandoobardi.blogger.com.br

Riccardo Joss disse...

Foi com muita emoção que acompanhei sua quase morte. ;-)

DO disse...

Sabe o que mais me emputece,SARAMAR: é que os proprios politicos sabem de toda esta ojeriza que provocam... MAS NÃO ESTÃO NEM AÍ PRA NÓS!!


Beijos!!

Ricardo Rayol disse...

querida, você sempre intensa, eu hoje dou risada de nervoso.

Anônimo disse...

Boa noite Saramar,
o mar anda revolto por aí hein?
Excelente texto, muito especial também a citação de Ferreira Goular.
Se a inspiração continuar nestes tramites, vamos ter uma colunista fazendo par com o parajornalista Diogo Mainardi.
PARABÉNS!!

ROBERNÍLIO FREIRE

Marcos disse...

Parlamentares não t~em mais foro privilegiado, mas, a exemplo do que aconteceu com o ex-secretário fluminense, libertado pelos seus cúmplices, eles não têm mais foro nenhum, simplesmente são declarados inocentes e iniputáveis pelo rstante da curriola. É a velha práxis de uma mão lavando a outra, só que dessa vez com o aval das leis e dos legisladores, sob as vistas grossas do Judiciário e as vendas nos olhos do Executivo.