CASAS DE HORROR


Por mais que se saiba que os políticos vivem atolados na lama que eles mesmos produzem, é sempre chocante perceber o quanto podem ser indecentes.

Neste caso envolvendo o senado, além do poder executivo (no duplo papel de coadjuvante e personagem importante para o desfecho), em qualquer país sério, a avalanche de lama seria destruidora, o presidente do senado com seus asseclas já teriam, há muito, sido afastados, quiçá presos e o presidente da república estaria respondendo por crime de responsabilidade por trabalhar para manter em cargo público, pessoa notoriamente corrupta.

E eles são tão cínicos que fingem acreditar que nos enganam. Aparecem na mídia defendendo acirradamente a corrupção, o nepotismo, o mau uso da res pública, tingindo-as com casuísmos ofensivos de tão ridículos e, mais grave, eles sabem muito bem o que estão fazendo e sabem que o cidadão também sabe. Entretanto, o cinismo e a certeza da impunidade são tamanhos que ninguém se preocupa com veleidades como verdade ou ética.

Luiz Inácio, o maior Barão de Munchausen que este país já conheceu, pensa que nos engana. Aliás, ele tenta, tenta muito, até o último segundo, como se viu nos casos do mensalão, do caseiro, dos aloprados, etc. Ele tenta empurrar pela garganta do contribuinte eleitor, a mentira e o engodo, com a maior cara de pau do mundo. Depois, quando não há escora que sustente os seus aliados corruptos, ele se afasta e os deixa cair sozinhos. Que o digam o famigerado Dirceu, o cínico Palocci, o corrupto Delúbio. Agora é a vez do coronel bonzinho, fazedor de vênia com o chapéu público.

Porém, uma vez Munchausen, sempre Munchausen. Coitados daqueles que acreditam que Luiz Inácio realmente os abandonou. A mentira é mais profunda, é mais escura, mais lamacenta. É como diz aquele velho ditado: "por fora, bela viola; por dentro, pão bolorento". No palanque, o santo Lula se afasta dos criminosos que o cercam e apoiam; nos bastidores (ou no fundo do rio de lama), Luiz Inácio usa seu poder e sua arrogância ímpares para obrigar todos a trabalhar para que a situação continue como ele quer e precisa. Afinal, o único compromisso deste indivíduo é com seus interesses pessoais, com sua sobrevivência.

E, assim, vamos fingindo todos. Eles fingem que não há corruptos, ladrões, nepotistas, mentirosos, golpistas e outros e nós fingimos que não estamos entendendo nada. Este é o modo "lullista" de governar.

Contudo, em se tratando das casas dos horrores, qualquer lama é pouca, pois que sempre surge mais e mais. À enganação generalizada, às tentativas de inocentar seus corruptos integrantes, junta-se mais uma indecência: a chantagem. Mas não daquele tipo de chantagem sub-reptício, escondido nos corredores e gabinetes. A desfaçatez e desonra dos seus promotores são tamanhas que estes propalam sua prática chantagista por meio da mídia, em altos brados, como se fossem justiceiros em busca da verdade.

Corruptos, cínicos, mentirosos, chantagistas, imundos! Estes são os nossos representantes.

Que vergonha, meu Deus!

6 comentários:

Anônimo disse...

A mentira do latifúndio
Um dos grandes temas da literatura nacional é a terrível injustiça dos latifúndios, onde os pobres camponeses são explorados noite e dia. Afinal, é de conhecimento comum que 90% das terras no Brasil estão nas mãos de umas poucas e gananciosas pessoas que ocupam toda a área cultivável, mas a mantém improdutiva...

Mas será que é isso mesmo?

Em coluna do ano passado, Dennis Rosenfield coletou informações dos próprios órgãos governamentais, e descobriu alguns fatos realmente assustadores:

1) As terras de cultivo (propriedade privada) equivalem a meros 9% do território nacional.

2) As terras dos assentamentos rurais (MST e quetais) equivalem também a idênticos 9%. E no entanto, eles insistem em querer a "reforma agrária" e em ocupar os outros 9%!

3) No total (incluindo áreas de pastagem para o gado), as áreas particulares equivalem a cerca de 29,2% do território. As áreas sob controle do governo (incluindo reservas indígenas e assentamentos) equivalem a 62,4%!

Conclusão: o maior latifundiário do país (do planeta?) é o governo brasileiro.

Magui disse...

Corrupção existe em toda a política do mundo.É importante encontrar provas e fazer o devido processo legal, demonstrar claramente para o povo e aguardar a próxima eleição. O Amapá precisa colaborar...

tunico:uma pessoa comum,branco de olhos azuis disse...

Que vergonha! Mas tapemos o nariz e continuemos denunciando. Um dia a casa cai...

Anônimo disse...

vamos continuar denunciando o máximo que puder, mandem emails, imprimam notícias e pensem em toda forma de divulgação, a tabalha será vencida por nós se Deus quiser.
Que a força esteja com vocês

Veneno: Vacina contra a H1N1 conterá mercúrio!

O Washington Post confirmou hoje que a vacina contra "gripe suína" está definida para ser lançada a nível nacional e que alguns temem que, em última instância, poderia tornar-se um programa de vacinação obrigatória, irá conter mercúrio, uma toxina que provoca autismo e transtornos neurológicos.
*
O Epidemiologista Tom Verstraeten e o Dr. Richard Johnston, um pediatra e imunologista da Universidade do Colorado, ambos concluíram que thimerosal foi o responsável pelo dramático aumento nos casos de autismo.
*
Casos de autismo os EUA aumentaram em 1500 desde 1991, que é quando vacinas para crianças dobrou, e o número de imunizações só aumentou. Apenas uma em 2.500 crianças foram diagnosticadas com autismo antes de 1991, enquanto que uma em cada 166 crianças agora têm a doença, depois da aplicação do thimerasol.
*
O mercúrio é classificado pelo Ministério da Defesa(EUA) como um material perigoso que poderia causar a morte se for ingerido, inalado ou absorvido através da pele e a agência de proteção ambiental está tentando agora limitar as emissões de mercúrio das fábricas, porque a toxina "pode causar danos ao cérebro e ao sistema nervoso e é especialmente perigosa para fetos e crianças pequenas.

No Brasil e em outros países considerados de "3° mundo", o mercúrio é utilizado em larga escala, alcançando quase que a totalidade de vacinas que são aplicadas na população, sem falar em diversos outros componentes nocivos. Por isso volto a repetir: busquem e espalhem a informação para o máximo de pessoas que conseguirem, pois só com uma população consciente e informada nós conseguiremos detê-los. A vacina contra a H1N1 é uma conspiração.
*

Fonte: http://www.prisonplanet.com/washington-post-swine-flu-vaccine-will-contain-mercury.html

DO disse...

Mas muito da culpa é nossa mesmo,Saramar. Não sabemos votar,não sabemos cobrar e,principalmente,não nos importamos com o que estes canalhas fazem. Achamos tudo normal.

Infelizmente!!

Beijos!!

Anônimo disse...

Fatos da História para quem esqueceu, ou nunca soube:

Em 1929, a União Soviética desarmou a população ordeira. De 1929 a 1953, cerca de 20 milhões de dissidentes, impossibilitados de se defenderem, foram caçados e exterminados.

Em 1911, a Turquia desarmou a população ordeira. De 1915 a 1917, um milhão e meio de armênios, impossibilitados de se defenderem, foram caçados e exterminados.

Em 1938, a Alemanha desarmou a população ordeira. De 1939 a 1945, 13 milhões de judeus e outros "não arianos", impossibilitados de se defenderem, foram caçados e exterminados.

Em 1935, a China desarmou a população ordeira. De 1948 a 1952, 20 milhões de dissidentes políticos, impossibilitados de se defenderem, foram caçados e exterminados.

Em 1964, a Guatemala desarmou a população ordeira. De 1964 a 1981, 100.000 índios maias, impossibilitados de se defenderem, foram caçados e exterminados.

Em 1970, Uganda desarmou a população ordeira. De 1971 a 1979, 300.000 cristãos, impossibilitados de se defenderem, foram caçados e exterminados.

Em 1956, o Camboja desarmou a população ordeira. De 1975 a 1977, um milhão de pessoas "instruídas", impossibilitados de se defenderem, foram caçados e exterminados.