PRIMÓRDIOS


Atendendo à indicação da minha querida amiga Pata Irada, sob pena de me sujeitar à "praga dos mil camelos tibetanos", conto brevemente a história deste blog. A intimação veio em bom momento porque ele estará completando 2 anos (é inacreditável!), no próximo dia 4 de abril.

Meus amigos mais antigos devem se lembrar que ele nasceu no uol. Depois que ficou lotado, mudei para o blogspot. O antigo ainda está por lá, com o mesmo nome (com o endereço .zip.net).

Na realidade, quando o comecei, por influência do meu genro e da minha filha (ex-blogueira), ele tinha outra cara, outro sentido, outros objetivos.

A intenção era apenas escrever para mim mesma. Estava passando por uma fase emocional bem difícil e pensei que escrever sobre isso seria bom. Realmente foi e continua sendo.

Foi aqui que comecei a escrever poesia, foi aqui que consegui suportar a imensa dor da morte do meu pai (em abril de 2005), foi aqui que fiz centenas de amigos, chorei, ri, apaixonei-me e, principalmente venho aprendendendo demais com todos.

Quando o escândalo do mensalão estourou, eu, que havia pedido votos para Luis Inácio da Silva, desde sua primeira candidatura, que sofri críticas e gozações sem fim, ao defendê-lo e que era a mais imensa das idiotas e cegas pessoas do planeta, me senti traída da forma mais cruel.

Comecei, então a falar timidamente sobre o assunto, mais desabafando minha desilusão que analisando qualquer coisa. Era uma perfeita imbecil, hoje já aprendi um pouquinho, sou apenas meio imbecil.

O blog, então, mudou de cara. Quando percebi, estava falando apenas de política. E continuo tentanto colocar o que penso sobre as tristezas desse pobre país, entregue em mãos vermelhas.

Creio que ter um blog é algo deliciosamente viciante e estimulante. É bom escrever e ver o texto prontinho lá, é emocionante esperar as visitas e os comentários e é especialmente imprescindível ver o nome dos amigos ali naquela caixinha. Confesso-me totalmente viciada. Tanto que tenho outros três blogs e colaboro em mais um monte. E sou apaixonada por todos eles.

Queria ser breve e escrevi demais. Perdão.

11 comentários:

Jorge Sobesta disse...

Saramar,

Lembro de quando você não escrevia sobre política.
Confesso que isto está me matando, tento escrever sobre outras coisas mas não consigo.
Parabéns pelo seu blog e por você ser a Saramar.

Grande abraço.

PS: "ÊÊÊÊÊ Goiâniaaaaaa"

Keikas disse...

Saramar,
eu sou sua "fanzoka"!!
adoro teus escritos aqui e nos outros blogs...
que vc continue sendo iluminada, inspirada e amada sempre.
bjka

Alexandre, The Great disse...

Minha querida Saramar.
Parabéns pela sua determinação e coragem.
Posso dizer que sou seu "cúmplice"?

Beijos,

Patrick Gleber disse...

É Saramar, eu que acompanho seus textos a um bom tempo posso atestar seu sucesso. Pra nossa alegria, claro.

Beijo!

Ricardo Rayol disse...

Minha querida Saramar, eu simplesmente não acredito que você seja uma ex-petista!!!! Cruz credo! Mas não escreveu demais não. Faltou apenas alguns detalhes do tipo como age com quem visita etc etc etc... :-)

Pata Irada disse...

Querida Saramar

Não posso acreditar que já fostes vermelhinha!hehehe
O Rayol tem toda a razão, tu nunca escreves demais, poderias contar muito mais, mas quem sabe, estás guardando para o dia do aniversário do blog?
Hummmmm! Queremos bolo!

Beijos.

CAntonio disse...

Saramar é a partir de sempre sinônimo de sinceridade, objetividade, amizade e qualidade.

Saramar não é um nome simplesmente.

Bjusmilhões

tunico disse...

Saramar, seu blog está linkado no meu desde 2005, ainda no meu antigo blog do zip.net que sepultei esta semana.Já são quase dois anos de um convívio extremamente agradável através das bem traçadas linhas de sua autoria que leio diariamente. A parceria com você e o Ricardo Rayol resultou no União e Ação, hoje com mais colaboradores.O grupo de blogueiros descontentes e indignados com os nossos políticos cresceu bastante, e poderia ser até maior não fossem algumas desistências no meio do caminho. Continue assim.Saiba que aqui tem um amigo com quem pode contar.

Clau disse...

Saramar, curioso como nossa história 'blogueira' é parecida...
Parabéns por todos os seus blogs, são muito bons!

Abraços faternos

Fábio Max disse...

Blogar é um vício mesmo!

Falar sobre política é algo bom e saudável. Se muito mais gente o fizesse, sendo de direita ou esquerda, tucano ou petista, mas ao mesmo tempo respeitando a opinião alheia, o país só teria a ganhar.

Pena que tem gente que não suporta opinião alheia né?

Abraço, gosto muito do seu blog!

Patacoadas do Cleber disse...

Saramar
É uma linda história e o melhor é que ela nos legou esse seu cantinho tão acolhedor. Beijo