LULA, O PAI DO CRISTO?


UM ARTIGO DE PEDRO OLIVEIRA
Jornalista e presidente do Instituto Cidadão

A notável sexóloga Marta Suplicy, que só pensa “naquilo” e não diz coisa com coisa, protagoniza mais uma das suas quando do anúncio da escolha do Cristo Redentor como uma das sete maravilhas do Mundo. Nem bem esfriou o vexame da sua verborragia desastrosa sugerindo aos brasileiros “relaxar e gozar” para sair do stress do caos do setor aéreo nacional, lá vem dona Marta de novo falando besteira. A confusa ministra disse neste sábado que “o principal propulsor da escolha do Cristo foi o presidente Lula”. Dá pra o cidadão engolir?

O caso é que Marta Suplicy entrou para o ministério como São Pedro entrou no Credo (na marra). Lula não a queria e diz na intimidade que não suporta e sua chatice, que nem o paciente Eduardo Suplicy foi capaz de agüentar. Ela sabe disso e faz tudo para agradar o chefe.

Lula nunca deu muita importância para a escolha até por não alcançar o seu real significado. Não lê, não conhece história, nem convive com a cultura. Só conseguiu perceber algo quando alguém lhe disse que o Brasil estava entre os dez mais votados. Também a ele foi sugerido ir ao Rio pousar ridiculamente à frente da imagem do Cristo, ao lado de dona Marisa, em autêntico e grosseiro gesto de “papagaios de pirata”.

Como viajante compulsivo Lula deve conhecer algumas das outras maravilhas do Mundo: a Grande Muralha da China, Petra (saberá onde fica?), Machu Picchu, Pirâmide Chichén Itza (no México), Coliseu (Roma) e Taj Mahal (Índia). Da história mesmo não deve conhecer nem a do Cristo igualmente a dona Marta. Não devem saber que a estátua tem cerca de 38 metros de altura, fica no topo do morro do Corcovado. Que foi projetada pelo brasileiro Heitor da Silva Costa e concebida pelo escultor francês Paul Landowski. Não devem saber também que a estátua levou cinco anos para ser construída e como a obra não foi feita nos tempos atuais não teve superfaturamento,cnão aconteceu fraude no processo de licitações, nem propina para pagar amantes ou comprar bois.cO Cristo tornou-se com muita justiça o símbolo do Rio de Janeiro, protegendo com seus braços abertos a “Cidade Maravilhosa”.

Foi a mobilização de uma Nação motivada pelo espírito de brasilidade e orgulho que levou à escolha do Cristo Redentor. Foram a imprensa nacional, o importante trabalho dos sites e blogs da internet, os artistas e suas opiniões, as personalidades acreditadas e respeitadas o Brasil de pobres e de ricos. Graças a Deus os políticos não se envolveram nesta campanha. Estavam muito ocupados com suas próprias sujeiras, corrupções, e a lama que os ameaça afogar a todos. Lula e seu governo ou o Congresso Nacional ficam fora da pauta positiva do Brasil que mereceu ter um monumento entre as Sete Maravilhas do Mundo.

Somos nós milhões de brasileiros os grandes homenageados. São os paulistas que colocam de lado rivalidades bairristas e dão quarenta por cento da votação que levaram à escolha. Somos todos nós de um Brasil limpo e digno. Esse mesmo povo que pela sua união pode comemorar no futuro uma outra vitória: a necessária assepsia na podre política brasileira.

(COPIADO DAQUI)

5 comentários:

pianomanga disse...

Oi Saramar, bom dia.
Estou em Maceio, em uma Lan. Li a sua poesia la no blog do Leo e ten
ho certeza que voce estava super
hiper mega feliz quando deixou que este poema fluisse de sua incrivel mente. Simplesmente maravilhoso,
pois sexo, a gente sabe que e tudo isto e muito mais. E quando existe o minimo de afinidade, pode ser considerado como a materializacao
da felicidade suprema. Mil parabens
Um bjao, e fique na paz.

DO disse...

Por coincidencia,hoje mandei esta doidivanas pra tumba pelas abobrinhas que falou,SARAMAR


beijos!!

luma disse...

Acho que a Martaxa deve escutar muito isso né?? Ela parece ser uma mulher difícil (rs*)
Não sabia dessa alta porcentagem de paulistas na promoção do Cristo.
Obrigada pelo carinho!! Beijus, Luma

alexandre, the great disse...

Saramar.
Mais um ato grotesco e caricato deste "governo(?) que rouba e manda roubar".

Que o Cristo nos proteja, amém!


Alexandre, The Great

Ricardo Rayol disse...

Nem que ele tivesse 10 dedos