EU EXIJO ORDEM E PROGRESSO



BLOGAGEM COLETIVA


Eu sou brasileira, este país é meu.
Eu lutei desde o início dos tempos,
desde a caverna, a mata.
Eu trabalhei, construí e plantei.
Eu pari.
Eu acreditei.
Este país foi feito por mim.
Eu cantei, eu fiz, eu desmanchei
Para fazer melhor.
Eu ensaiei, dirigi e apresentei
O drama da vida,
A beleza da vida,
O amor.
Eu criei os símbolos,
Os ritos,
As instituições.
Eu fiz os prédios,
Eu construí a Capital.
Eu elegi.
Eu pedi,
Eu falhei.
Eu caí e me levantei.
Eu vaiei.
Este país é meu.
O Brasil não é de quem o rouba, de quem corrompe.
O Brasil não é de quem nunca sabe de nada.
O Brasil não é dos mensaleiros, dos calheiros, dos sanguessugas.
O Brasil é dos brasileiros.
Este país é meu.
O BRASIL É MEU, BRASILEIRA QUE SOU.
Chega de ensaio e erro
Chega de mentiras
Chega de roubo, de corrupção.
Chega de violência.
Chega de incompetência
Chega de politicagem ordinária.
E, agora, eu EXIGIREI
EU QUERO ORDEM E PROGRESSO.

Blogagem coletiva convocada pela Veridiana.

17 comentários:

Blogue da Magui disse...

O Brasil é feito de brasileiros como vc e como eu, exatamente como vc descreveu.Esses baderneiros estão locupletando-se da horda de mseráveis esquecidos pela história feita por eles mesmos.
Eu acho que sua postagem, hoje, está com defeito.Se não for do meu PC , o texto está muito embaixo do título.

alexandre, the great disse...

...e chega de "boquinhas", mamatas e compadrios: o BRASIL não é do pt, o BRASIL é dos verdadeiros brasileiros!

Alexandre, The Great

Fábio Mayer disse...

Tocante como sempre, Saramar!

É o sentimento das pessoas honestas!

DO disse...

O nosso grito anda rouco,SARAMAR.
Não chega onde deve. Sem falar que o Pinócchio agora deu pra zoar de quem o vaia...

Beijos!!

tati sabino disse...

Saramar... perfeitO!!
nem preciso fala mais..né?!
ótimo fim de semana... bjo

Pata Irada disse...

Saramar

Perfeito!
Não vamos abrir mão do nosso país.
Se queremos um país decente, vamos lutar e exigir, porque temos o direito de não sentir vergonha de ter nascido aqui.
Um baita beijo e um bótimo final de semana.
Silvana

andre wernner disse...

Prezada Saramar,
Belo Texto. Mas, muito melhor � o sentimento que voc� carrega no peito e que nos passa com tanta clareza, tanto amor, e indigna�o em ver, como os sem consci�ncias torcem e distorcem a bel-prazer, prejudicando a vida de milh�es.

Isso precisa mudar. E � com artigos e pensamentos dessa natureza que se far� um Brasil melhor, mais consciente e menos manipul�vel pelas elites de plant�o, nos por�es do poder.
Parab�ns pela lucidez. Tamb�m estou nessa Blogagem./Abs

Ronald disse...

Querida Saramar, sua forma sentimental de colocar seu ponto de vista cativa qualquer um. O Brasil é meu, seu, nosso e pronto! Quem não tiver satisfeito, a porta de saída é a serventia da casa. Um belo final de semana à você.

Mário disse...

Saramar, o seu grito diz tudo. Esse país é da nação brasileira e de mais ninguém. Políticos não têm o direito de vende-lo e rifa-lo. Bom findi. Abs.

Ricardo Rayol disse...

Politicos não tem direitos, só esquerdos e os usam muito bem. Minha eterna gurua, como sempre é um espelho impávido e colossal da retidão ética do ser humano. No dia que se candidatar a algum cargo na pocilga conte comigo.

Fernando MS - Pulga disse...

Muito bom! Parabéns!
Achei excelente a encarnação do EU no papel de POPULAÇÃO.
Bom fim de semana!
...[:)]...
http://blog.cronicanet.com.br

luma disse...

Saramar, é difícil para mim, para você e para o resto do "povo" - no sentido humano da palavra - deixar que o nosso dinheiro suado entre pelo ralo. Quando Lullinha diz ter dinheiro suficiente para enfrentar a crise, enquanto o mundo coloca o pé atrás, ele simplesmente está usando as nossas reservas futuras, que para ele pouco importa. Diz com propriedade, como se fosse dele p que é nosso. Eu quero que políticos expliquem os seus atos! Não quero imposição! Beijus

Jacque disse...

Falou tudo! Esse país é nosso e eles não podem fazer dele o que bem entenderem - não podemos deixar!
Parabéns pelo post e eu também participo dessa blogagem.
Um abraço.

Osc@r Luiz disse...

Fiquei imaginando como seria a sua participação...
Claro!
Só poderia ser poesia!
Diferente de tudo o que vi!
Parabéns!
É assim que as coisas mudam!
Beijo!

junior disse...

Saramar,
Eu li a primeira frase e já não me encaixo.
Eu nasci aqui por engano, por ter jogado paralelepípedos na cruz em outras vidas, por castigo divino... sei lá. Esse não é o meu lugar, eu não gosto desse povo, não gosto dessa língua, não gosto das plantações de cana, não gosto de quase nada daqui... Nunca escrevi uma só palavra em favor do pobre diabo, porque tb não gosto de pobre.
Beijos

Luci Lacey disse...

Saramar

A politicagem ordinaria e genetica em nosso pais, infelizmente.

Mas podemos extermina-la sim.

Beijinhos

Eduardo P.L. disse...

Saramar, lindo seu trabalho com a poesia. Lindo seus blogs. Obrigado pela visita e comentário no Varal.

Abçs