CPI SIM. POR QUE NÃO?

Sempre que surge uma nova CPI e o governo se empenha acirradamente para invibializá-la, fica-se com a impressão de que ele tenta esconder algo muito grave.

No caso da Petrobrás, muito se fala sobre a farra de patrocínios (muitos deles de corar defunto) e do inchaço das diretorias e chefias para abrigar os companheiros e outros afins.

Segundo o jornal O Estado de São Paulo, atualmente há, na presidência da organização, 67 diretores. O jornal exemplifica com a Secretaria de Comunicação Social, afirmando que, desde 2003, este órgão aumentou de 2 para 12 diretorias.

Por outro lado, sempre há alterações nos ministérios ligados à área de energia, são trocados os nomes das diretorias mais importantes, destinando-se seus cargos a algum apaniguado do governo (ou deveria dizer cúmplice?). Foi o que se deu, por exemplo, para acomodar aliados do governo (?) na luta pela prorrogação da CPMF ou quando Edison Lobão assumiu o Ministério das Minas e Energia.

Portanto, ao falar em irresponsabilidade, Luiz Inácio está enxergando um cisco no olho alheio e age com cinismo contumaz.

Quem será irresponsável, senão aquele que coloca os seus interesses políticos em primeiro plano, ao transformar a empresa (uma das maiores do mundo) em locus de benesses para seus vassalos?

Quem é o irresponsável senão aquele que só se preocupa com os acionistas e com a imagem internacional da Petrobrás quando o congresso nacional, finalmente fazendo algo de útil, procura justamente descobrir o que anda acontecendo lá dentro da empresa?

A Petrobrás deveria ser tratada com a medida de sua própria grandeza e importância e não ver seus cargos distribuídos em lances de politicalha, através da indicação de nomes sem qualificação técnica para suas diretorias.

Além do mais, os brasileiros têm o direito de saber, porque a empresa não é do PT ou seus aliados e sim dos seus acionistas, entre eles, o povo brasileiro que também a sustenta.

12 comentários:

Frodo Balseiro disse...

A Petrobrás é uma enorme caixa preta, do que se aproveitou a "cumpanherada" para aparelha-la, e agora, mal geri-la.
A CPI é mais do que necessária!
Deixa o mollusco apedeuta chorar e corvovear. Desde de quando na avaliação(?) dele uma CPI foi legítima?
Só quando era o bravatinha, na oposição a FHC.
abs

Fábio Mayer disse...

Todo governo, mas especialmente ESTE governo, sabe que qualquer CPI torna-se um problema, porque dá palanque e mídia para a oposição, por mais que não haja irregularidades a serem descobertas.

O governo pensava que faria campanha por Dilma numa boa, sozinho, até o ano que vem. Mas tanto a oposição buscou o troco, quanto o PMDB quer cobrar o preço disto agora.

Bill Falcão disse...

E assim os "cumpanhero" vão "guvernano" este país, Saramar!
Bjoooooooo!!!!!!!!

guto leite disse...

Boa tarde Saramar .. veja como são as coisas, vc esteve afastada, e de la para ca nada mudou nesse desgoverno que ai esta .. a patifaria, a roubalheira, as maracutaias continuam as mesmas .. quando não é mensalão, são as tais passagens aéreas, agora a petrobrás .. é sujeira pra todo canto .. só o asno maior que de tão tosco, acredita que ninguem vê .. só existe uma maneira de acabarmos com esse estado de coisas que se instalou no Pais .. é dizer um sonoro não a essa corja nas próximas eleições .. um beijo grande do amigo tijucano .. guto leite

DO disse...

Entendo todos os motivos,SARAMAR,mas não acho que dará em nada. Como não deram as outras. É puro desperdicio de tempo e de dinheiro.

Beijos!

posturaativa disse...

O governo já está dando seu jeitinho para controlar essa cpi e a oposição cederá

paschoal disse...

Uma cpi na boca das eleições de 2010 é tudo o que o pt não quer, nisso o Fabio Mayer acertou em cheio, dá palanque para todo mundo além de desviar completamente os holofotes dos escândalos das duas casas, o senado e a câmara!

IVANCEZAR disse...

Li os comentários , mas vou dar uma de advogado do diabo:
- Há oposição ?
- Que oposição ?
- Quantas CPIs tivemos nos últimos dez anos ?
- Quais os resultados efetivos delas?
Não sei, sinceramente, não sei se os problemas brasileiros não passam por mudanças radicais de postura da sociedade frente à classe política como um todo
Eu ,particularmente já me decepcionei com diversas "siglas" , aliás, votei em algumas porque lá não estavam "certas" pessoas e ideias, e para perplexidade , logo -logo , essas mesmas pessoas estavam lá de "mala e cuia".....
Enfim... deixo a reflexão

Ronald disse...

E tem gente ainda que reza que, na época FHC a mesma valia 20 bilhões de doláres e hoje vale 80.

Agora, vamos comparar com uma empresa com administração eficiente, como a Vale. Quanto valia antes da privatização e hoje que não é cabide de emprego???

Não que eu seja um fervoroso defensor das privatizações pois cada caso é um caso. Mas, que sou à favor da eficiência administrativa sem uso do poder prá barganha, isso sou.

TRIBUNA-BRASIL.COM disse...

Cara Amiga, as 'supostas tentativas' de inviabilizações não passa de esforços para desviar a atenção da opinião pública. Quadrilhas e quadrilheiros políticos teem que serem varridos do Brasil. (O INDIGNADO).

Neto disse...

Acho uma pura perda de tempo essas CPIs. Isto só serve para fazer propaganda de sses politicos e fazerem o povo besta pensar que ALGO está sendo realizado nesse país em nome da Ordem.

Todo mundo tá careca de saber que as irregularidades na Petrobras não são, nem desse governo, e nem de hoje.

É pura falta do que fazer. De todos.

Bea - Compulsão Diária disse...

Você tem esse blogaço e eu por fora?
Tisc tisc!!! Minha cabeça anda no mundo do luar do serão. cpi sim!